Em 16/02/2020 às 16h20

Autuori diz que acerto com o Botafogo é uma retribuição ao clube

Treinador comandou o Glorioso no título do Campeonato Brasileiro de 1995


Autor: Redação FutRio / Foto: Vitor Silva (BFR)

O Botafogo já vive mais uma era Paulo Autuori. Campeão Brasileiro em 1995 pelo clube, o treinador chegar com a missão de melhorar o desempenho da equipe, mas sabendo do momento de reestruturação do Alvinegro de General Severiano. Nos últimos anos trabalhando como dirigente, ele afirmou que retornou à função de técnico para retribuir o que o Glorioso lhe proporcionou a sua carreira.

- Abri mão daquilo que defini para a minha carreira no Brasil porque é o Botafogo e tenho que dar uma reciprocidade para o clube que tudo me proporcionou. Tudo o que eu sou no Brasil é devido à instituição, ao Botafogo. Contribuir para que possamos passar por algumas mudanças e transformações - disse o novo comandante, que prosseguiu.

- Há um orgulho muito grande de poder estar aqui. Meu objetivo é contribuir nesse momento para que o clube possa ganhar tranquilidade em relação ao seu núcleo de futebol. Esse é o principal motivo do início desse trabalho. O que posso trazer é aquilo que sempre fui ao longo da minha trajetória profissional e pessoal. Me incomoda ouvir "nasci para ganhar". Ninguém nasce para perder. Momentos da vida nos fazem ter vitórias e outros não. O grande exercício diário é procurar esse equilíbrio e saber estar em ambos os lados. Já não sou o profissional que fui naquele tempo, as coisas mudam. É dar início a esse trabalho e ter tranquilidade para que as coisas aconteçam de acordo com os objetivos que todos sabem quais são.

Mesmo falando com carinho do Botafogo, Paulo Autuori acumula pedidos de demissões nos seus recentes clubes, como Fluminense e Santos (SP), pelo fato dos dirigentes não manterem os salários em dia. Ele ressaltou que sabe a situação do Glorioso, mas deixou claro que não aceita que o problema financeiro se torne corriqueiro não só no clube, mas em todo o futebol brasileiro.

- Chego ciente das dificuldades que tem a ver com o futebol brasileiro. O que não posso aceitar é que essas coisas se tornem corriqueiras. São valores e princípios inegociáveis. Aceitei o Botafogo porque devo tudo a esse clube. No Fluminense as pessoas envolvidas comigo foram de um caráter extremo, reconheceram a minha saída de lá. Em relação ao Santos, iria ferir meus valores e princípios. Tenho maior orgulho do ambiente criado por dirigentes e profissionais - frisou.

A estreia de Paulo Autuori no comando do Botafogo será na próxima quarta-feira (19), quando o Alvinegro de General Severiano vai encarar o Náutico (PE) pela segunda fase da Copa do Brasil. O jogo será no Estádio dos Aflitos, às 21h30. O Placar FutRio acompanha a partida em tempo real.

Tags: Botafogo

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por