Em 23/01/2020 às 18h00

Com polêmica no fim, Resende e Bangu empatam no Estádio do Trabalhador

Nos minutos finais, árbitro marcou um pênalti para o Alvirrubro, mas voltou atrás


Autor: Redação FutRio / Foto: Raphael Santos (BAC)

O Resende recebeu o Bangu na tarde desta quinta-feira (23), no Estádio do Trabalhador, pela segunda rodada da Taça Guanabara. O Gigante do Vale saiu na frente com Caio Cézar, mas Juliano buscou o empate para o Alvirrubro da Zona Oeste e as equipes empataram em 1 a 1.

Com o resultado, o Resende chega a dois pontos e ocupa a quarta colocação do Grupo B, enquanto o Bangu também chega ao seu segundo ponto e fica na terceira colocação do Grupo A. Na próxima rodada, o Alvinegro visita a Portuguesa no Estádio Luso Brasileiro, enquanto o Alvirrubro recebe o Fluminense em Moça Bonita. Ambos os duelos acontecem no domingo (26), às 16h e contam com a cobertura em tempo real do Placar FutRio.

Primeiros minutos reservam boas chances para ambos os lados

Em meio à uma insistente chuva, o duelo entre Resende e Bangu começou movimentado. Pelo lado dos donos da casa, Alef Manga criou a primeira oportunidade. Aos nove minutos, o atacante partiu em velocidade pela esquerda, cortou para o meio e finalizou para a defesa de Matheus Inácio. O Alvirrubro respondeu no lance seguinte, quando Dieyson lançou Alex Chander, dentro da área, chutar pela esquerda e fazer a bola beijar a rede, porém, pelo lado de fora.

Depois da parada técnica, a intensidade da partida diminuiu e muitos erros de passes e chutes ineficazes caracterizaram o duelo. Mas o Resende conseguiu mudar o panorama e tratou de balançar as redes. Na marca de 38 minutos, Dieguinho recebeu pela esquerda, tocou para o meio e Geovani executou um corta-luz essêncial para Caio Cézar, que ainda trombou com Alef Manga, bater com categoria para o fundo do gol.

Bola na trave, rede volta a balançar e arbitragem vira personagem

Na etapa complementar, o Resende montou uma blitz nos minutos iniciais. Na primeira tentativa, Alef Manga recebeu de Zizu, mas o atacante não contava com Michel, que desviou a bola na "hora H" e ainda fez com que ela batesse na trave. Mesmo com o forte ímpeto do Gigante do Vale, o Bangu mostrou também o seu poder. Aos 11, Alex Chander cobrou escanteio e Juliano superou a marcação para cabecear e empatar o confronto.

Com o tento e algumas alterações de Allax, o Bangu melhorou em campo. Mas o Resende ainda conseguiu incomodar. Tanto que, aos 38, Zizu quase colocou a equipe em vantagem, em um belo voleio que parou na defesa de Matheus Inácio. E ainda teve tempo para mais emoções. Aos 47 minutos, o árbitro assinalou pênalti de Ranule em Octávio, à favor do Bangu. Entretanto, depois de alguns minutos, o juiz voltou atrás e marcou o impedimento do jogador alvirrubro. Desta forma, o placar se manteve inalterado e o empate em 1 a 1 confirmado.

A partida
Resende 1x1 Bangu - Campeonato Carioca, Taça Guanabara, 2ª rodada - 23/01/2020 às 15h

Estádio do Trabalhador (Resende - RJ)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: André Roberto Smith Silveira e Gabriel Bernardo Duarte

Resende: Ranule; Grasson, Rhayne, Zé Antônio, Roger Bastos (Vitinho, 25'/2ºT); Rezende, Dieguinho, Zizu; Caio Cézar, Geovani (Waldir - intervalo) e Alef Manga (Wescley, 25'/2ºT). Técnico: Edson Souza.

Bangu: Matheus Inácio; Raúl (Washinton, 12'/2ºT), Michel, Rodrigo Lobão, Dieyson; Sidney, Rodrigo Yuri (Octávio, 29'/2ºT), Juliano, Alex Chander; Robinho e Matheus Silva (Rocha, 12'/2ºT). Técnico: Eduardo Allax.

Cartões amarelos: Raul (BAN)

Gols: Caio Cézar, 38'/1ºT (1-0); Juliano, 12'/2ºT (1-1)

Tags: Resende, Bangu, Campeonato Carioca 2020

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por