Em 09/12/2019 às 20h40

Marrony e Pikachu lideram número de partidas em 2019 e dividem artilharia

Atacante e lateral fizeram parte da espinha dorsal do clube nesta temporada


Autor: Caio Almeida / Fotos: Rafael Ribeiro (CRVG)

image

Em uma temporada de altos e baixos, o torcedor vascaíno pôde respirar com tranquilidade mesmo após o frustrante empate com a Chapecoense (SC), em um Maracanã lotado, na última rodada do Campeonato Carioca. Entretanto, é possível extrair aspectos positivos do elenco cruzmaltino, principalmente em relação a sua espinha dorsal, que tem como dois dos principais nomes: Yago Pikachu e Marrony.

Enquanto o lateral-direito já vinha de um 2018 fascinante e completou 200 jogos pelo Vasco nesta temporada, Marrony ganhou a grande chance, ainda no Campeonato Carioca, de se firmar entre os titulares da equipe profissional, já que havia subido dos juniores no segundo semestre do ano passado. Desta forma, os dois jogadores foram os que mais atuaram pelo Gigante da Colina em 2019. O atacante liderou o quesito com 56 partidas, enquanto o lateral veio logo atrás, com 55.

No quesito bola na rede, não houve disparidade e sim, um empate. Ambos termiraram o ano como artilheiros do Vasco. Cada um marcou nove gols. Sendo que, no Brasileirão, a artilharia ficou para o Yago Pikachu, que marcou cinco vezes. Além disso, o "Pokemón" também balançou as redes na Copa do Brasil, diferente de Marrony, que passou a competição zerado.

O lado individual

Por mais que o 2019 de Pikachu não tenha sido tão brilhante quanto 2018, o lateral-direito fez a sua segunda melhor temporada em números, superando os dois primeiros anos iniciais. Ele virou uma das principais lideranças do elenco, virando o capitão quando Leandro Castán estava ausente, e também entrou para a história do Vasco, se tornando o lateral com mais gols pelo clube. Vale ressaltar também, que diferente do último ano e após a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo, Pikachu deixou de ser utilizado como ponta-direita e retornou a sua posição de origem, sendo quase uma peça fixa no setor defensivo do Cruzmaltino.

image

Pelo lado do Marrony, que quase foi negociado com o Newcastle (ING) no meio da temporada, mesmo quando o jogador estava longe da boa fase, ele continuou sendo uma peça crucial para o sistema tático do time, principalmente quando Talles Magno se machucou no período em que esteve com a Seleção Brasileira Sub-17. Versátil, também atuou centralizado, como referência no ataque. Além de ser uma válvula de escape natural nas beiradas e um ponto forte no jogo aéreo ofensivo, Marrony também foi o jogador que mais realizou desarmes, segundo a assessoria do clube. No momento financeiro delicado por qual o Vasco passa, o atacante surge como um dos principais ativos para o mercado e pode render bons frutos para os cofres em uma possível futura venda.

image

Já de férias, o Vasco ainda começa a estruturar o planejamento para 2020 e trata das renovações, principalmente, com o técnico Vanderlei Luxemburgo. Yago Pikachu e Marrony possuem contrato com o clube até o fim de 2021 e 2023, respectivamente. Caso não sejam envolvidos em alguma negociação nessa janela de transferências, tendem a ser, mais uma vez, titulares na próxima temporada.

Tags: Vasco, Marrony, Yago Pikachu

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por