Em 19/11/2019 às 09h08

De volta ao Bangu, Rhainer mostra empolgação com tempo para trabalhar

Atacante espera retribuir dentro de campo a oportunidade recebida no clube


Autor: Jhonathan Jeferson / Foto: Raphael Santos (BAC)

Rhainer anotou 15 gols em 15 jogos pelo Serra Macaense em 2018 e chamou a atenção de outras equipe do Rio de Janeiro. Para o Campeonato Carioca acertou com o Madureira, mas não entrou em campo. Indo para o Bangu na mesma competição, atuando em quatro partidas e anotando um gol, justamente contra o Tricolor Suburbano.

image

Com uma história curta em Moça Bonita, o atacante retorna ao clube com mais tempo para se preparar e espera conseguir ajudar ainda mais o Alvirubro.

- Penso que vou me preparar muito melhor do que esse ano, por mais que o Fabricio e o Gustavo, nossos preparadores físicos, tenham me deixado extremamente bem em 2019, entendo que vou ter mais tempo e carga de treinos para 2020, isso faz muita diferença na hora da competição. Então estou bastante empolgado para essa pré-temporada completa.

Retornando para sua segunda passagem no Bangu, já que passou pelo clube no Carioca 2018, Rhainer acredita que esteja mais maduro e quer mostrar dentro de campo toda essa evolução.

- Sem dúvidas chego muito mais maduro para 2020. Aprendi muito com todas as pessoas que trabalhei na temporada. Aqui mesmo no Bangu este ano atuei muito fora da minha posição de origem nos jogos, mas entendo que evoluí muito como atleta. Espero poder demonstrar em campo.

Com boas passagens pelo Rio de Janeiro, Rhainer recebeu sondagens antes de acertar seu retorno ao Bangu. O atacante comentou um contato de Josué Teixeira, do Americano, agradeceu, mas fechou com o alvirubro para retribuir a oportunidade que já havia recebido.

- Tiveram algumas sondagens sim, inclusive conversei com o Josué Teixeira. Espero um dia trabalhar com ele pelo grande profissional que é, mas defini voltar para o Bangu, pela oportunidade que me deram este ano e para fazer mais uma vez história no clube.

Na temporada 2018, com a camisa do Serra Macaense, Rhainer colocou uma meta pessoal de fazer um gol por jogo e conseguiu bater, ao anotar 15 tentos, em 15 partias. Dessa vez, o atacante não coloca números, mas espera manter os bons números, mas deixou claro que as metas do Bangu estão acima das suas.

- Sempre tenho metas pessoais e também coletivas. Quero manter minha média de um gol por jogo, para isso vou trabalhar muito forte e sempre dar meu máximo. Mas as metas do Clube em si estão como prioridades. Quero ao lado do grupo que tenhamos mais um grande Campeonato Carioca chegando nas finais e conseguir o acesso à Série C Nacional.

Tags: Bangu

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por