Em 20/10/2019 às 15h06

Após cumprir missão de Frizão na Série A, Bidu admite que pode se aposentar

Volante é um dos maiores ídolos da história do Tricolor da Serra


Autor: Redação FutRio / Foto: Carlos Junior

Dos jogadores que conquistaram a Série B1 do Campeonato Carioca, Bidu e Ziquinha são os que têm uma história mais longeva no clube. O volante tornou-se um dos ídolos da torcida, e entrou de vez para a história ao atingir diversas marcas importantes. Foi dele, por exemplo, o milésimo gol do clube, marcado contra o Botafogo. Ele também participou de campanhas históricas, como a do título da João Ellis Filho, em 2009 e o acesso em 2011. Bidu esteve presente nas quedas e acessos, sempre demonstrando amor ao Friburguense, qualidade que o tornam uma das referências do clube até os dias atuais. São mais de 300 jogos com a camisa tricolor, e a cada um deles, o sentimento de recíproco de amor entre Bidu e Friburguense apenas se renova.

- Quero agradecer à minha família, esposa e filhos, meus pais, que estiveram presentes comigo o tempo todo. Eles não deixaram eu desanimar. Com 39 anos passa um monte de coisas pela cabeça, seu eu pararia ou não. Mas eu tinha um propósito, só pararia quando colocasse o Friburguense no lugar de onde ele nunca deveria ter saído, que é a primeira divisão. Se eu parar de jogar amanhã, vou deixar o clube que eu amo, onde fiz minha história, no seu devido lugar - disse o jogador.

Nascido e criado em Nova Friburgo, aos 39 anos, ele viveu nesta temporada muitas emoções. Era titular e capitão da equipe, quando sofreu uma grave lesão. Passou dois meses em tratamento intensivo, sem certeza de retorno. Mas prevaleceu a vontade do atleta e nas partidas decisivas, o volante foi relacionado e atuou por alguns minutos na grande final contra o America. Ele falou um pouco do que passou durante a Segundona.

- São 20 anos dedicados a esse clube, onde já passei por momentos difíceis e outros felizes. Estou muito feliz, e tenho que agradecer muito a Deus. Tive uma lesão grave, fiquei dois meses sem jogar, fazendo fisioterapia o tempo todo. Eu tinha o objetivo de tentar voltar e ajudar aos meus companheiros. Nos momentos mais decisivos eu pude estar presente, se não jogando, mas ajudando fora de campo. Consegui voltar na decisão do campeonato e pude ajudar. Conseguimos o título para coroar uma campanha brilhante. A gente merecia muito - concluiu.

O Friburguense volta às atividades no dia 28 de outubro, quando começa a preparação para a Seletiva do Campeonato Carioca. A primeira partida está programada para o dia 21 de dezembro.

Tags: Friburguense

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por