Em 20/09/2019 às 19h36

Diretoria do Goyta planeja ação visando arrecadar dinheiro para pagar salários

Jogadores protestaram por receberem apenas 25% de uma folha salarial


Autor: Renan Mafra / Foto: Jhonathan Jeferson (FutRio)

O torcedor do Goytacaz não tem um minuto de sossego. Após conseguir a vaga no jogo do acesso, o que se esperava era uma tranquilidade no clube, ainda mais porque o presidente Dartagnan Fernandes, revelou que estava diminuindo a divida do clube com os jogadores de quatro meses de atraso para três, e que poderia se tornar dois até o fim de semana. Porém, o mandatário do clube foi rebatido pelos jogadores em uma carta aberta enviada ao Site FutRio, onde os atletas revelaram que só receberam 25% de uma folha salarial.

Em meio a essa crise que parece não ter fim, o Goytacaz busca reunir forças para a disputa do jogo do acesso. E após o protesto dos jogadores, Dartagnan Fernandes revelou que o clube está trabalhando para fazer uma campanha de marketing para conseguir recursos financeiros, que vão ajudar no pagamento dos salários atrasados dos jogadores.

- Só aquele lá de cima sabe o que estamos passando. Mas sempre tivemos a certeza que o trabalho estava sendo bem feito e por isso conquistamos a classificação. Não quer dizer que já estamos na primeira divisão, mas com a equipe que temos, com um treinador muito competente. Vamos buscar uma nova campanha para que o torcedor se aproxime ainda mais da gente para nos ajudar ainda mais. Queremos arrecadar mais recursos financeiros para ajudar os jogadores. Nada é mais importante do que pagar os atletas, pois o mérito dessa conquista é deles - afirmou o dirigente.

Outro que está com seus salários atrasados é João Carlos Ângelo. Dartagnan Fernandes foi só elogio ao treinador e lembrou que muitos torcedores do Goytacaz foram contra a sua contratação, pelo passado do técnico com o Americano, clube que comandou por três temporadas.

- Tiveram muitos torcedores que malharam o treinador de maneira insensata, mas eu sempre acreditei no trabalho do João e deixei claro que se o time perdesse a culpa era minha. A responsabilidade era minha, eu o deixei a frente da equipe e ele conquistou o que muitos não acreditavam que ele iria conquistar. O futebol é muito dinâmico e queremos agora conquistar o acesso - afirmou o mandatário do Goyta, que concluiu.

- O mérito é de todos. O João e os jogadores tem grande parte nessa classificação. Nós da diretoria buscamos fazer o nosso papel, correndo atrás de patrocínios, de recursos financeiros para dar sustentação a todos. Não tem que falar nomes, todos são merecedores. E também tem o torcedor. Fizemos alguns jogos a noite para tentar conseguir um maior publico, mas esse público compareceu em número maior numa quarta-feira a tarde.   

Em meio a crise financeira, o Goytacaz só volta a campo no dia 28 de setembro, para o jogo do acesso. Caso o America conquiste a Taça Corcovado, o adversário do Alvianil da Rua do Gás será o Bonsucesso. Caso qualquer outra equipe, que não o America, vença o segundo turno, automaticamente se garante para enfrentar o Goyta.

Tags: Goytacaz

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por