Em 19/07/2019 às 12h41

Desequilíbrio emocional é tratado de forma harmônica no Maricá

Troca de empurrões entre Alex e Rodriguinho chamou atenção na Copa Rio


Autor: Redação FutRio / Foto: Igor Cruz

O Maricá vive uma semana pesada, de jogos decisivos. No meio de semana, pelas quartas de final da Copa Rio, empatou por 0 a 0 com o Bonsucesso, no jogo de ida. Agora chegou a vez de encarar  o Pérolas Negras, na decisão de primeiro turno da Série B2, que acontece no domingo (21).

A grande carga de responsabilidade pode gerar certas cobranças acima do tom, como na partida contra o Cesso. Alex e Rodriguinho chegaram a trocar empurrões dentro de campo e, por sorte, não receberam cartões. O técnico Marcus Alexandre Cravo tratou o episódio de maneira tranquila e garantiu que a dupla se acertou.

VEJA TAMBÉM:
Sem vantagem na ida, Maricá se apega a próprio exemplo na Copa Rio

- Na verdade, a cobrança dentro de campo existe. Às vezes os ânimos aumentam, o humor acirra. A cobrança dentro do jogo é normal. Só não pode chegar nas vias de fato. Aí conversei com eles na parada, se acertaram, e entenderam que o Maricá é mais importante do que todos nós. Qualquer coisa que fizéssemos ali poderia prejudicar o Maricá. Eles entenderam essa importância e voltaram. Não precisei nem fazer substituição. Vida que segue. Se entenderam dentro do vestiário e vamos que vamos.

Com a Copa Rio em segundo plano neste momento, o Maricá foca na decisão contra o Pérolas. A Rádio FutRio transmite o duelo às 15h de domingo (21), no Estádio do Trabalhador, em Resende.

Tags: Maricá

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por