Em 18/07/2019 às 14h02

Espinho aponta atraso salarial no Campos, mas garante: "Não atrapalha"

Zagueiro frisou a união do grupo e ressaltou comprometimento do presidente


Autor: Redação FutRio / Foto: Vitor Melo (FutRio)

Restando apenas dois dias para o término da fase de grupos da Taça Santos Dumont, o Campos possui um relato que ainda não havia sido reverberado nesta temporada: o zagueiro e volante Espinho apontou que o Roxinho convive com o atraso salarial. Entretanto, frisou que o contratempo não atrapalha nas quatro linhas.

Fora dos bastidores, o Campos mostra solidez: apenas uma derrota em sete jogos e um aproveitamento de quase 60%. Entretanto, para coroar o primeiro turno com uma vaga entre os semifinalistas, terá que fazer o dever se casa e superar o Friburguense no duelo direto pela classificação.

- O diferencial da nossa equipe é a união. Eu estou chegando agora, cheguei e os caras já estavam jogando. O salário nosso está atrasado, dos jogadores que estavam também está atrasado, é uma coisa até que é chata para caramba, mas eu tenho certeza que o presidente essa semana vai correr atrás, vai quitar o salário dos jogadores que estão há mais tempo e botar em dia, que a gente possa jogar sábado com a cabeça mais tranquila e pensar na vitória - diz.

Apesar da situação embaraçosa, Espinho garante que o atraso de salário não interfere na atuação do Roxinho. Muito pelo contrário, o zagueiro ressaltou a união do plantel e ressaltou a importância da partida contra o Friburguense.

- Não atrapalha de maneira nenhuma. A gente está correndo do mesmo jeito, o presidente não se esconde, ele aparece e dá um parecer para a gente. Ficou de resolver essa semana, é uma coisa chata para caramba, mas é uma coisa normal no futebol carioca, o atraso de salário. Mas acho que não atrapalha em nada, a gente está focado do mesmo jeito, pensamento é só a vitória e é isso - afirma Espinho, que completa em seguida:

- O nosso grupo é muito fechado, só tem amigos. Eu sou suspeito para falar, vim de um grupo do Americano que era um grupo de jogadores todos irmãos, vim para outro que só tem irmãos também, todo fechado, a gente está junto sempre. Se a gente faz alguma coisa é sempre junto. Agora é levantar a cabeça e pensar no Friburguense, que é o mais importante - finaliza.

O Campos, encerra o primeiro turno diante do Friburguense, no sábado (20), às 15h, no Ferreirão. A partida conta conta com a cobertura em tempo real do Placar FutRio.

Tags: Campos, Espinho

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por