Em 09/06/2019 às 11 h02

Jogadores avaliam atuação do America e listam motivos para derrota

Rubros visitaram o Gonçalense, pela Segundona, e caíram no Alzirão


Autor: Redação FutRio / Fotos: Marcio Menezes (America Rio)

No primeiro jogo do America após a morte do até então treinador Luisinho Lemos, a derrota por 1 a 0 diante do Gonçalense foi o placar final. A equipe, agora comandada por Renato Carioca, até apresentou controle da partida em determinados momentos, mas se mostrou ineficiente no ataque. Para o atacante William Chrispim, faltou "tesão para fazer o gol".

- (Faltou) um pouquinho mais de tesão para fazer o gol. Parte ofensiva deixou um pouco a desejar, me incluindo. Isso aqui é um grupo. É levantar a cabeça e no próximo jogo tentar buscar a vitória.

O volante Araruama respondeu ao ser questionado se a perda do técnico Luisinho Lemos havia deixado sequelas. Segundo o jogador, um dos mais experientes do elenco, o episódio não se converteu em algo prejudicial dentro de campo.

- Não afetou em nada. Lamentamos muito a perda do Luisinho, mas é vida que segue. Temos que levantar a cabeça e trabalhar forte para reverter esse quadro. Perdemos um jogo que estava praticamente controlado, na nossa mão. Não sei se foi pênalti (lance de gol do Gonçalense). Agora temos dois jogos e vamos buscar fazer pontos.

"Mexe na parte emocional"

O zagueiro Lucão fez uma análise parcialmente diferente daquela apresentada por Araruama. Segundo o defensor, a morte de Luisinho Lemos acabou, sim, influenciando em alguns aspectos do jogo contra o Gonçalense.

- Complicado. Mexe na parte emocional. A gente não quer que influencie dentro de campo, mas acaba influenciando. Mas isso não é desculpa para o resultado de hoje. Sabíamos que seria um jogo bem difícil. Acompanhamos a primeira rodada deles contra o Olaria.

O lateral-direito Anderson Künzel foi outro que balanceou o resultado negativo diante do Gonçalense com a semana conturbada na parte emocional após a triste notícia que chegou ao elenco rubro. No entanto, apontou como preponderante para o resultado final a qualidade do Gonçalense.

image

- Foi uma semana difícil, triste, mas nada disso nos impediu de fazer nosso trabalho. Não interferiu em campo. A gente encontrou um time bem organizado, aproveitando nossos espaços em campo, e acho que temos que dar o mérito a eles também. Nem sempre a gente vai perder e a culpa será só nossa. Temos que admitir que os caras jogaram bem, fizeram por onde - declarou Künzel, que ainda falou sobre o pênalti que definiu o placar do confronto.

- Não sei se o lance do pênalti realmente houve ou não houve, mas no momento que a bola está em cima da linha e o Vladimir tira, ele já marca pênalti. Não entendi a velocidade dele para marcar o pênalti, mas estamos sujeitos a isso. Uma vez vai ser contra e outra vai ser a favor. Temos que estar com a cabeça no lugar. É apenas o segundo jogo.

O America tentará se recuperar na Série B1 contra o Sampaio Corrêa. O confronto adiado da segunda rodada acontece na próxima quarta-feira (12), às 15h. Sem a liberação do Giulite Coutinho, os rubros utilizarão o Estádio de Moça Bonita.

Tags: America, Carioca Série B1

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por