Em 29/05/2019 às 17 h05

Jovens da ADI seguram Barra da Tijuca e equipes estreiam na B1 com empate

Itaboraí usa, praticamente, time sub-17 e consegue bom resultado fora de casa


Autor: Redação FutRio / Foto: Vitor Melo (FutRio)

O Barra da Tijuca recebeu o Itaboraí, na tarde desta quarta-feira (29) e ficou no empate sem gols contra o adversário. O confronto aconteceu no Aniceto Moscoso e teve uma questão especial: os principais jogadores da ADI não foram a campo por falta de salários. Com isso, o time que foi a campo era composto na grande maioria por jogadores da equipe sub-17 da Águia, que conseguiram segurar a igualdade - muito com a ajuda dos experientes David e Diego Macedo, a dupla de zaga.

Na sequência da temporada, o Itaboraí é o primeiro a voltar a campo. A equipe enfrenta, pela Série D do Brasileirão, o Tupi (MG), no sábado, dia 1º de junho, às 15h, no Alzirão. Pelo estadual somente no dia 5 de junho, contra o Bonsucesso, às 15h. O Barra da Tijuca folga na próxima rodada e só volta a campo no dia 8 de junho, às 15h, contra o mesmo Cesso. Todos os jogos terão cobertura em tempo real do Placar FutRio.

Barra tenta dominar e jovens da ADI sentem início do jogo

Com uma equipe adversária com muitos jovens nascidos pós 2001, o time do Barra da Tijuca teve a responsabilidade de controlar a partida. A equipe até teve mais posse de bola, mas a criatividade não era alta. Sem entrar no miolo de zaga adversário, o Barra fez uso de chutes de longe, como com Alexandre, mas a pontaria não foi a das melhores.

Pelo lado contrário, a linha defensiva, com Coutinho, Diego Macedo e David, com mais rodagem, conseguia passar certa segurança. Quando a bola chegava nos pés dos jovens jogadores, as jogadas não tinham sequência, com exceção de uma triangulação pelo lado do campo em que o time chegou na linha de fundo, mas sem conseguir descolar um arremate.

Apesar do cenário, quem esteve mais próximo de marcar foi o Itaboraí. Em chute de longe, Denílson chutou forte e Bernardo fez grande defesa. O lance foi um dos isolados do confronto, que seguiu igualado no placar até o final e com umas jogadas de qualidade técnica questionável, só que com uma leve superioridade do time de Chico Marcelo.

Defesa da ADI é uma fortaleza e garante 0 a 0

Se o primeiro tempo foi caracterizado pela baixa produtividade e qualidade técnica, o segundo tempo o jogo evoluiu. O Barra da Tijuca conseguiu de fato se impor em campo. Até a parada técnica, o time teve seu melhor momento da partida. Em chutes de longe Yago e Jobinho assustaram. A verdadeira chance clara foi com Léo Garcia, que cabeceou, e David salvou em cima da linha o que seria o primeiro gol.

image

Inclusive a dupla David e Diego Macedo fazia uma grande apresentação, demonstrando muito solidez, segurando a pressão do time mandante, que se mantinha constante na etapa complementar. O fato não significava que o Itaboraí não pisava no campo de ataque, mas já sem a mesma capacidade física do primeiro tempo. Em um desses lances, Luiz quase marcou em uma falha de Bruno Maia, após lançamento longo vindo da defesa.

Nos minutos finais muito entrega dos dois lados e a questão física imperando, já que os meninos, só atuam por 40 minutos nos jogos da sua categoria original. O Barra da Tijuca até pressionou, no ímpeto natural da reta final do jogo, mas a defesa da Águia foi uma fortaleza e sequer permitiu infiltrações do adversário, segurando o placar em 0 a 0.

A partida
Barra da Tijuca 0x0 Itaboraí - Taça Santos Dumont, 1ª rodada 0 29/05/2019, às 15h

Estádio Aniceto Moscoso (Rio de Janeiro - RJ)
Árbitro: Leandro Newley Ferreira Belota
Assistentes: André Roberto Smith Silveira e Renato Serôa da Motta

Barra da Tijuca: Bernardo; João Marcello, Verdini, Giovani e Bruno Maia; Léo Garcia, Alexandre, Yago (Guilherme, 20'/2ºT) e Lucas Poli; Jobinho (Geovane, 30'/2ºT) e Pedro (Aldair, 20'/2ºT). Técnico: Lira.

Itaboraí: Ronald; Coutinho, Diego Macedo, David e Max; Denílson, Ryan Salles (Felipe, 33'/2ºT), Patrick, Davi e João Silveira (João Victor, 21'/2ºT); Luiz. Técnico: Chico Marcelo.

Cartões amarelos: Yago e Guilherme (BTJ); João Silveira, Felipe e Max (ADI);

Público: 150 presentes (200 pagantes)
Renda: R$ 1.500,00

Tags: Itaboraí; Barra da Tijuca;

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por