Em 19/05/2019 às 13h01

Faltando uma semana para Série B1, nove clubes estão com estádios vetados

Casos mais urgentes são de Sampaio e Bonsucesso, que estreiam como mandantes


Autor: Redação FutRio / Foto: Gabriel Andrezo

Neste domingo (19) se inicia a última semana de pré-temporada para a maioria dos 19 clubes da Série B1 do Campeonato Carioca - as exceções ficam por conta de Itaboraí, Barra da Tijuca e Serra Macaense, que, por conta da configuração de tabela, não estarão em campo no próximo sábado (25). E um assunto recorrente volta a bater à porta com a proximidade do certame: a liberação dos estádios para a presença de público.

image

Conforme a relação de laudos técnicos disponibilizada no site oficial da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), nove clubes ainda buscam a liberação das respectivas praças esportivas. Os casos mais emergenciais são os de Sampaio Corrêa e Bonsucesso, que abrem a competição atuando como mandantes - vale destacar que a FERJ não permite a realização de jogos com portões fechados, o quê obriga a mudança de local nestes casos.

Das quatro autorizações exigidas (emitidas por Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Conselho de Engenharia), o Sampaio deve apenas a primeira e se encontra mais próximo de um desfecho positivo. Caso não possa atuar no Lourival Gomes de Almeida, a tabela prevê o Estádio Elcyr Resende, também em Saquarema, como destino do confronto diante do Goytacaz.

O Bonsucesso, por sua vez, vive cenário mais complicado para o jogo contra o Serrano. O Leônidas da Silva, que não vem recebendo partidas oficiais nas últimas temporadas, segue sem as liberações de Vigilância Sanitária, PM e Corpo de Bombeiros. Moça Bonita é o plano B, mas a casa do Bangu também se encontra sem dois laudos: PM e Bombeiros. Sendo assim, paira a indefinição sobre onde o Cesso atuará na abertura do primeiro turno.

Demais clubes possuem tempo maior

Mais sete times ainda não possuem estádio liberado para a comercialização de ingressos: Audax (Moça Bonita), Olaria (Rua Bariri), America (Giulite Coutinho), Artsul (Nivaldo Pereira), Campos (Ângelo de Carvalho), Duque de Caxias (Marrentão) e Serrano (Atilio Marotti).

Tais clubes, entretanto, só atuarão como mandantes na segunda rodada, prevista para acontecer a partir de 1º de junho. Destes, o America é um dos que vive situação mais complicada, não atuando em Edson Passos desde o ano passado. Com o impedimento, os rubros disputaram toda a Série A de 2019 (onde foram rebaixados) sem pisar em casa.

Na B2, cenário é mais tranquilo

Na Terceirona Estadual, cinco dentre os 16 participantes ainda não estão com os respectivos estádios liberados: Araruama (Correão), Santa Cruz (Rua Bariri), Pérolas Negras (Avelar), Barra Mansa (Leão do Sul) e Barcelona (Marrentão).

Araruama e Santa Cruz, que iniciam a competição no próximo dia 26, atuando como mandantes, correm contra o tempo. Mas o cenário mais crítico é o do Barra Mansa, que não vem conseguindo a liberação do Leão do Sul nos últimos anos. O estádio, por sinal, não possui nenhum dos quatro laudos técnicos exigidos. A tendência é que passe 2019 de portões fechados novamente, o que exigirá a busca por outra praça esportiva.

Série B1 - Estádios liberados

Alzirão - Gonçalense, Itaboraí e São Gonçalo
Jair Toscano - Angra dos Reis
Joaquim Flores - Nova Cidade
Aniceto Moscoso - Barra da Tijuca
Los Larios - Tigres
Eduardo Guinle - Friburguense
Aryzão - Goytacaz
Ferreirão - Serra Macaense

Série B1 - Estádios vetados

Lourival Gomes de Almeida (Sampaio Corrêa) - Laudos pendentes: Bombeiros
Leônidas da Silva (Bonsucesso) - Laudos pendentes: Bombeiros, PM e Vigilância Sanitária
Moça Bonita (Audax) - Laudos pendentes: Bombeiros e PM
Rua Bariri (Olaria) - Laudos pendentes: Bombeiros e PM
Giulite Coutinho (America) - Laudos pendentes: Vigilância Sanitária, Bombeiros e Engenharia
Nivaldo Pereira (Artsul) - Laudos pendentes: Bombeiros e Vigilância Sanitária
Ângelo de Carvalho (Campos) - Laudos pendentes: Bombeiros (a partir do próximo dia 29)
Marrentão (Duque de Caxias) - Laudos pendentes: Vigilância Sanitária
Atilio Marotti (Serrano) - Laudos pendentes: Bombeiros, PM e Vigilância Sanitária

Série B2 - Estádios liberados

Los Larios - 7 de Abril, Mageense e Rio São Paulo
Joaquim Flores - Itaboraí Profute, Queimados e Juventus
Ferreirão - Carapebus
Alzirão - Maricá e Bela Vista
Ubirajara Reis - Casimiro de Abreu
Aniceto Moscoso - Mesquita

Serie B2 - Estádios vetados

Correão (Araruama) - Laudos pendentes: Vigilância Sanitária
Rua Bariri (Santa Cruz) - Laudos pendentes: Bombeiros e PM
Avelar (Pérolas Negras) - Laudos pendentes: Vigilância Sanitária
Leão do Sul (Barra Mansa) - Laudos pendentes: todos
Marrentão (Barcelona) - Laudos pendentes: Vigilância Sanitária

Tags: Carioca Série B1, Carioca Série B2

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por