Em 02/12/2018 às 14 h38

Maricá tem mais posse de bola, mas não consegue furar bloqueio do Campos

Poucos chutes e falta de penetração na área rival são determinantes em eliminação


Autor: Redação FutRio / Foto: Vitor Costa (FutRio)

O Maricá até venceu, mas não conseguiu o acesso à Série B1 do Campeonato Carioca e a consequente vaga na final da Segundona do Campeonato Carioca. O time teve mais posse de bola, esteve presente no campo ofensivo, mas não conseguiu superar o bloqueio defensivo do Campos, mesmo com um a mais. Foram praticamente 50 minutos com a vantagem numérica, mas o time pecou no terço final do campo e foi eliminado.

VEJA MAIS
> Sorato lamenta perda do acesso, mas parabeniza diretoria e elenco do Maricá
> Maricá perde força durante pausa e vê sonho chegar ao fim dentro de campo

Desde o começo do jogo deste último sábado (01), o time, precisando do resultado, teve mais posse de bola. Aos 44 do primeiro tempo Ralph, lateral-esquerdo do adversário, foi expulso pelo segundo cartão amarelo. Com a vantagem numérica controlou a bola, mas sem a pressão característica neste tipo de situação acontece. O Campos, no balanço defensivo, colocou os nove jogadores de linha atrás da marca da bola e diminuiu as opções do Maricá.

O período de inatividade foi determinante para a equipe, que sentiu a falta do ritmo de jogo e de competição. As finalizações de longe, arma contra rivais mais defensivos, pouco aconteceram. Foram raros os lances em que os atletas do Maricá tinham liberdade para chutar da entrada da área. Maycon, Marcos Paulo e Badola até tentaram, pelo menos uma vez cada, mas não conseguiram oferecer um perigo sério ao gol defendido por Gláucio.

Os chutes e a presença dentro da área do Roxinho também não foram realizados. O gol foi um lance de bola parada em que ela sobrou para Joelzinho finalizar, praticamente de dentro da pequena área - o mesmo Joelzinho que perdeu gol incrível frente a frente com o goleiro rival, no jogo de ida, quando estava com o placar zerado, o que poderia ter mudado o rumo do confronto.

Neste segundo jogo, o tento saído já na reta final do segundo tempo que deu uma luz para a equipe comandada por Sortado, mas a queda de alguns jogadores adversários, quebrando um pouco o clima da partida, conseguiram evitar brecar a pressão final do time.

A equipe do Maricá agora volta a campo somente no próximo ano para a disputa, novamente, da Série B2. A temporada de 2018 serve de experiência.

Tags: Maricá; Série B2;

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por