Em 21/11/2018 às 21 h10

Pérolas Negras contabiliza prejuízos após saber que não volta à Série B2

Por precaução, clube renovou contratos até janeiro, mas só volta a campo em 2019


Autor: Redação FutRio / Foto: Gabriel Farias (FutRio)

A decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta quarta-feira (21), de absolver o Maricá de sua punição na Série B2, e indicar que o clube enfrente o Campos por uma vaga na Segundona do ano que vem, decretou o fim da possibilidade do Pérolas Negras de voltar ao campeonato. O clube acreditava que a competição pudesse voltar a um ponto que lhe permitisse estar de novo lutando pelo acesso, mas o veredicto do tribunal eliminou de vez a equipe de qualquer chance. O problema é que a diretoria já tinha tomado precauções para a hipótese de regressar a campo, inclusive mantendo sua rotina de treinos e renovando os contratos de nove jogadores.

O Pérolas recebeu, no fim da manhã desta quarta, a má notícia relativa à decisão de colocar Campos e Maricá lutando pelo acesso, mantendo a vaga do Nova Cidade na finalíssima. O diretor de futebol do clube patiense, Marcos Badday, reconheceu a frustração pela decisão, mas disse respeitá-la:

– A gente sabia que o título do segundo turno podia contar a nosso favor em uma decisão que pudesse solucionar o impasse. Mas, como não aconteceu, nós respeitamos a decisão do Tribunal também. Parabenizamos os clubes que seguem na competição e o Nova Cidade, que subiu. Agora, é pensar em 2019. Vamos observar o calendário que, ouvi falar, pode sofrer alguma mudança. Mas já estamos trabalhando em termos de planejamento e definições extracampo.

Na semana passada, o Pérolas só tinha cinco jogadores no Boletim Informativo de Registro de Atletas (BIRA), tendo que registrar novos contratos. Estima-se que o clube tenha gasto, pelo menos, R$ 3 mil com as renovações de vínculos, que são válidos até o fim de janeiro do ano que vem.

– Nós fomos colocados em uma situação difícil. Os contratos estavam vencendo e tínhamos uma indefinição em relação ao futuro. Por isso, renovamos alguns contratos de modo que, se houvesse a necessidade de entrar em campo, que pudéssemos jogar, mesmo desfalcados, em função da saída de alguns atletas, mas podendo honrar a camisa e tradição do Pérolas de participar de forma honrosa das competições – disse o dirigente, admitindo que o clube está contabilizando os prejuízos:

– Realmente, houve um prejuízo porque a gente faz um planejamento. Clubes de menor investimento têm uma dificuldade para sobreviver, então até os meses que a gente não vai estar atuando contam na hora em que a gente não vai estar jogando. Isso realmente deu uma "quebrada" na gente em termos financeiros, sem dúvida.

Tags: Pérolas Negras

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por