Em 23/08/2017 às 19 h41

Carlos Renan vê saldo negativo no Bangu e diz que Série D foi maior decepção

Treinador "da casa" foi o último a comandar o Alvirrubro em 2017


Autor: Gabriel Farias / Foto: Gabriel Farias (FutRio)

Treinador responsável por comandar o Bangu na disputa da Copa Rio, Carlos Renan reconheceu que a eliminação na competição de mata-mata foi mais um triste episódio para o time da Zona Oeste na atual temporada. Só que a principal decepção, na sua ótica, foi a queda na primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D - na época Renan cumpria a função de auxiliar. Por toda expectativa criada e pelo longo tempo afastado de competições nacionais, a saída da Quarta Divisão foi mais pesada, inclusive influenciando na sequência do ano.

- Dentro das perspectivas que tínhamos, com certeza (o ano termina com gosto amargo). Todos nós buscávamos principalmente essa situação no Brasileiro há muito tempo. Eu gostaria de ter tido a chance de disputar jogando e não consegui. A decepção grande foi essa, de não ter conseguido algo onde tínhamos bastante esperança de buscar o acesso, de colocar o nome do Bangu a nível nacional, ressurgindo - explicou Carlos Renan, que viu a conta continuar a ser paga na Copa Rio, quando substituiu Roberto Fernandes à beira do gramado.

VEJA TAMBÉM:
Almir admite frustração em "ano triste" pelo Bangu; futuro está indefinido


- A gente não conseguiu e buscamos dentro da Copa Rio, com uma reformulação, porque o nível de investimento foi outro. Tentamos garantir essa vaga (em competição nacional) para o ano que vem e não aconteceu. Fica um gostinho amargo, fica uma sensação triste sim.

Sobre o duelo contra o Americano, Carlos Renan salientou principalmente o resultado da partida de ida, quando o Bangu saiu de Campos derrotado por 2 a 0. Reverter a situação em Moça Bonita passou a ser uma missão complicada. A vitória por 1 a 0, com gol aos 48 minutos do segundo tempo, acabou não adiantando de nada.

- Se a gente for ver, o gol no último lance (sofrido no primeiro jogo), pesa. Nesse segundo jogo buscamos o gol, tivemos chances no primeiro e segundo tempo. Erramos alguma coisa na finalização, no passe final, mas não posso falar de falta de entrega da equipe, que correu, se desgastou. O André (goleiro) jogou praticamente de líbero - pontuou o comandante, encerrando em seguida.

image

- O resultado não aconteceu. A gente fica triste porque sai com a sensação de que poderia ter ido em frente. Era uma missão ingrata ter que mandar o jogo, buscar os gols e não dar contra-ataque. E parabenizo o Americano, que soube jogar com a vantagem.

Sem mais compromissos profissionais em 2017, o Bangu volta as atenções para o Campeonato Carioca de 2018, que deverá ter início dno mês de janeiro. Até lá, inicia-se uma longa lacuna sem jogos oficiais.

Tags: Carlos Renan, Bangu, Copa Rio, Brasileiro Série D

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por