Em 26/05/2017 às 08h58

Guia FutRio da Série B1 2017: todos os detalhes da Segundona do Rio de Janeiro

A maior fonte de informações dos 21 clubes da segunda divisão está de volta


Autor: Redação FutRio / Fotos: Bernardo Gleizer (N(FC) e Gabriel Farias (FutRio)

image

Acabou a espera de tantas semanas. Adiamentos, incertezas, problemas de organização... Tudo isso fica para trás a partir deste sábado (27), quando finalmente começa a Série B1 do Campeonato Carioca de 2017. Serão 21 clubes lutando pelo acesso à primeira divisão do Estadual do ano que vem, num torneio que terá um regulamento diferente, clubes tradicionais e uma disputa que promete ser ferrenha até os últimos minutos. Como acontece todos os anos, o FutRio.net preparou o mais completo material da Segundona para seu leitor: o "Guia FutRio da Série B1 2017".

Para este ano, a competição contará com mudanças em seu formato, embora os dois acessos sigam previstos e os dois turnos (Taças Santos Dumont e Corcovado) estejam mantidos. Agora, os campeões dos dois turnos não vão mais para um Triangular Final, mas para as semifinais, que envolverão ainda os outros dois melhores colocados na fase de grupos. Nesta fase, quem for à finalíssima sobe, mas a diferença é que as semifinais são em jogo único. Ou seja, qualquer erro mínimo pode colocar a perder uma vaga na elite em 2018. Por isso, tudo cuidado é pouco.

As duas chaves, outra particularidade dos últimos regulamentos, também se mantém. O Grupo A tem America, Americano, Audax Rio, Barcelona, Barra Mansa, Carapebus, Itaboraí, Olaria, Queimados, Sampaio Corrêa e Serra Macaense, enquanto o B conta com Artsul, Barra da Tijuca, Duque de Caxias, Friburguense, Gonçalense, Goytacaz, São Cristóvão, São Gonçalo EC, Serrano e Tigres do Brasil. Todos se enfrentam primeiro dentro da chave e depois, fora.

Mais uma vez, os clubes envolvidos fizeram um show de contratações. Dos mais tradicionais aos mais modestos, todas contam com jogadores conhecidos da divisão, requisito básico para o sucesso numa Segundona. O fato do campeonato ter começado apenas depois do fim da primeira divisão ajudou a fortalecer os planteis e deve ser o que fará o torneio ainda mais competitivo. Na parte de baixo, continuam as temidas três vagas para o rebaixamento.

Em relação aos clubes, os destaques ficam por volta do America e do Friburguense, rebaixados da elite em 2016, além do Tigres, que caiu da seletiva da Série A deste ano. O Serrano, que ficou quase 10 anos fora da Segundona, retorna depois do acesso da última temporada. Ao todo, são sete campeões que estarão em campo.

No "Guia" deste ano, estão todos os detalhes dos 21 clubes participantes de 2017, com jogadores, elencos completos, perfis dos participantes e a projeção do FutRio.net para cada time. Boa leitura!

image

image
Fundação: 18/09/1904
Melhor campanha na segunda divisão: campeão (2009 e 2015)
Posição em 2016: 16° (primeira divisão)

ELENCO
Goleiros:
Felipe, Thadeu e Vânder
Laterais: Ânderson Künzel, Belarmino, China, Enric, Marlon, Paulinho e Tiago Corrêa
Zagueiros: Douglas, Lucas Gama, Pessanha, Ramon e Raphael Azevedo
Volantes: Alan, Mayaro, Raphael Azevedo, Silvano e Victor Hugo
Meias: Adrianinho, Nélio e Nivaldo
Atacantes: Allan Barreto, Daniel, Gleisson, Hemerson, Juninho, Juninho Bolt, Philip e Welber

Análise: Depois de uma breve passagem na Série A, o America quer que seu retorno à segunda divisão também seja curto. Para isso, o clube apostou em uma equipe completamente renovada, com jogadores que chegam dos mais diversos times da primeira e segunda divisões. João Carlos Ângelo, melhor treinador da Segundona de 2015, comanda um time de vários atletas que já trabalharam com ele.
 
Destaque: ALLAN BARRETO - Agora de sobrenome, pela chegada do volante homônimo, o maior artilheiro da Segundona pode se tornar também o maior goleador do século pelo America. Para chegar a tal feito, o jogador de 32 anos só precisa de dois gols para superar Alexandro. Finalizações precisas o tornam o atacante mais temido por goleiros nesta Segundona.

Fique de olho: NÉLIO – O experiente meia terá a missão de ser o organizador das jogadas no meio-campo do America. Aos 33 anos, ele conhece muito bem a Segundona, que já disputou em outras três ocasiões nos últimos cinco anos. Se destaca pela cadência no jogo e pela inteligência na leitura das jogadas: um 10 clássico.

Promessa: NIVALDO – Apesar da concorrência muito forte no meio-campo, o jovem de 20 anos briga por uma vaga na equipe titular. Pretende mostrar o mesmo talento apresentado na Copa Rio do ano passado, quando jogou com frequência. Com um estilo mais dinâmico que o de Nélio, pode dar uma cara diferente ao setor de criação quando for lançado.

O técnico: JOÃO CARLOS ÂNGELO - É um dos nomes de mais sucesso recente na Segundona, embora nunca tenha conseguido um acesso. Depois de bater na trave duas vezes com o Americano, ele volta ao Giulite Coutinho, aos 50 anos de idade, para escrever de vez seu nome na história rubra e reconduzir o clube à elite.
 
Time-base: Felipe; Anderson Künzel, Ramon, Pessanha e Marlon; Alan, Mayaro e Nélio; Juninho Bolt, Gleisson e Allan.

Projeção FutRio: * * * * * (5,00)

image

image
Fundação: 01/06/1914
Melhor campanha na segunda divisão: 3º (2015)
Posição em 2016:

ELENCO
Goleiros:
Adilson, Magno e Patrick
Laterais: Ferrugem, Digão, Rafinha, Sami e Wander
Zagueiros: Espinho, Gabriel, Henrique, Vitor e Thiago
Volantes: Abuda, Flávio, Léo Oliveira e Vitão
Meias: Gustavo, Jonathan, Nathan, Paulo Roberto, Paulo Victor e Wederson
Atacantes: Daniel, Geovani, Jairo Paraíba, Paulista, Ramon e Romário

Análise: Nas últimas duas temporadas, as eliminações e consequentes perdas de chance de voltar à Série A foram traumáticas para o Canão. Para a Série B1 deste ano, o Alvinegro vem pregando humildade e pés no chão. Com um elenco bem diferente, o clube de Campos foi um dos primeiros a se organizar para o campeonato, mesclando nomes rodados no Rio com alguns "forasteiros" de valor. A estrutura recém-inaugurada de seu centro de treinamento deve contar a favor na preparação.

Destaque: WEDERSON - Aos 35 anos, é cria do próprio Americano. De volta para casa, de onde saiu como lateral-esquerdo, se tornou meio-campista no futebol turco e será a cabeça pensante do Cano. Além da inteligência, seus pontos fortes são o passe e o chute de média distância.

Fique de olho: VITOR - Vindo do Bonsucesso, o zagueiro de apenas 21 anos foi um dos pontos positivos da equipe na Série A do Carioca. Mesmo sendo ainda jovem, é um líder nato, conta com a confiança do técnico Duílio e tem muito a oferecer ao sistema defensivo do time de Campos.

Revelação: GUSTAVO - Apesar da cruel concorrência com Wederson, o meia de 19 anos tem chances de ser titular da equipe. Com visão de jogo destacada e habilidade, ele é um dos coringas que o técnico Duílio terá na disputa da Segundona e pode atuar como um 12° jogador.

O técnico: DUÍLIO - Muito experiente, o treinador que salvou o Bonsucesso de descer para a Série B1 tem 60 anos e prega a humildade. Depois de algum tempo no futebol capixaba, de onde trouxe alguns jogadores, o "Guardiola do Brasil" mira a subida para coroar um ano de destaque no futebol do Rio, para onde volta após quatro temporadas.

Time-base: Adilson; Wander, Espinho, Vitor e Rafinha; Léo Oliveira, Flávio e Wederson; Geovane, Jairo Paraíba e Paulista.

Projeção FutRio: * * * * * (3,55)

image

image
Fundação: 19/06/2001
Melhor campanha na segunda divisão: 4º (2006)
Posição em 2016:
 
ELENCO
Goleiros:
Eduardo e Waldon
Laterais: Breno, Dodô, Edson e Paulinho
Zagueiros: Luiz Felipe, Matheus e Thiago Almeida
Volantes: Adam, Blendon, Jonathan Napu, Léo e Mica
Meias: Alex Faria, Alexandre, Derek, Evandro, Lucas Bitoca, Rodrigo Santos e Rogério Xodó
Atacantes: Deivison, Igor Fellipe, Magno, Mateusinho, Nelinho, Rafael, Sarrá, Sérgio Alan, Thiagão e Vitinho

Análise: Mesmo com sua pré-temporada paralisada por falta de investimento, o Tricolor retornou às atividades a duas semanas para o início da Série B1, que acabou adiada. Com isso, ganhou um tempo extra. Sob o comando de Moresche, o time fez bons jogos-treinos e, mais uma vez, aposta em uma equipe jovem para a competição. Muitos deles já com boa passagem por Austin.
 
Destaque: NELINHO – Mais amadurecido, aos 25 anos, foi um dos grandes destaques do Artsul em 2016: marcou oito gols e foi vice-artilheiro da equipe, só atrás de Di Maria. Após temporada no Galícia (BA), retorna com fome de gol. Será sua terceira Segundona, onde tem média interessante de tentos anotados.
 
Fique de olho: ADAM – É mais um na casa dos 25 anos. Volante de boa marcação, tem um passe preciso e um ótimo chute de fora da área. Outro que retorna ao clube, mas neste caso após boa passagem pelo America, na Copa Rio. Rodou também por São Pedro e Audax Rio.
 
Revelação: DEREK – Jogador rodado na base de equipes fortes como Fluminense e Nova Iguaçu, vai ter agora sua primeira oportunidade profissional. Tem 19 anos e é peça importante no meio-campo tricolor, mas também tem facilidade para chegar à frente tentar finalizações.

O técnico: ALESSANDRO MORESCHE - Chegou há pouco no Artsul, mas já vem implementando uma rotina de trabalho que vai sendo assimilada pelos atletas. Tem 45 anos e uma grande experiência como jogador, com passagens por Fluminense, São Cristóvão e diversos clubes do exterior.
 
Time-base: Waldon; Paulinho, Matheus, Thiago e Breno; Adam, Blendon, Derek e Evandro; Mateusinho e Nelinho.

Projeção FutRio: * * * * * (2,00)

image

image
Fundação: 08/05/2005
Melhor campanha na segunda divisão: 2º (2012)
Posição em 2016:

ELENCO
Goleiros:
Douglas, Marcelo Carné, Paulo André e Yan
Laterais: Edílson, Kleber, Patric, Romarinho e Sávio
Zagueiros: Emerson, Jeferson, Renan Rocha, Vagner Eugênio e Zé Romário
Volantes: Henrique, Rodrigo Yuri e Wallace Rato
Meias: Artur, Leandro Chaves, Marco Junior e Mayron
Atacantes: Castro, Denilson, Dodô, Filipe André, Gilcimar, Samuel e Yuri

Análise: Em 2016, após começar mal e se recuperar no returno, o Audax foi segundo no Grupo A, mas parou nas semifinais. Para este ano, o objetivo é não mais ficar no "quase". A Laranja se reforçou em quantidade e qualidade e, num plantel de 28 jogadores, 19 são caras novas, como Leandro Chaves e o experiente Gilcimar. O entrosamento fica, novamente, a cargo de Luciano Quadros e sua comissão técnica.

Fique de olho: LEANDRO CHAVES - O meia de 32 anos tem tudo para ser a referência técnica do Audax. Ao todo, passou por 20 times na carreira, com destaque para Náutico (PE), Figueirense (SC) e Ceará. Neste ano, disputou o Carioca pelo Bangu, mas sem um restrospecto tão positivo: um gol em 11 jogos.

Destaque: DENILSON - Bons passes e velocidade com a bola nos pés o tornaram nome ideal no Audax em 2016. O jogador teve a excelente média de um gol a cada dois jogos, tendo participado de dez partidas. Sua base foi no futebol paulista, mas já jogou também por Bangu, Bahia e Figueirense (SC).

Revelação: PATRIC - O ofensivo lateral-esquerdo de 22 anos subiu ao profissional pelo Bahia como atacante e foi titular em 2015. Foram 15 jogos entre Copa do Nordeste, Baiano, Copa do Brasil e Série B. Após rodar por Atlético (GO) e Altos (PI), tenta se firmar como titular no competitivo elenco meritiense.

O técnico: LUCIANO QUADROS - Ex-goleiro, é técnico desde 2012. Assumiu o clube no começo da Segundona passada e foi um dos responsáveis pela notória campanha de recuperação. De volta após treinar o Marília (SP), o treinador de 43 anos tem bom elenco nas mãos e a chance de conseguir um acesso já em sua segunda tentativa.

Time-base: Marcelo Carné; Edilson, Emerson, Vagner Eugênio e Romarinho; Henrique, Wallace Rato, Rodrigo Yuri e Leandro Chaves; Denilson e Gilcimar.

Projeção FutRio: * * * * * (4,00)

image

image
Fundação: 05/12/1999
Melhor campanha na segunda divisão: 17º (2015)
Posição em 2016: 3º (terceira divisão)

ELENCO
Goleiros:
Douglas, Everton e Rogger
Laterais: Adeildo, Marcos Paulo, Matheus e Wallace
Zagueiros: Gustavo, Lucão, Thiago, Vitor, Walker e Ygor
Volantes: Arthur, Martins, Rocha e Serginho
Meias: Diego, Kleiton, Leandrinho, Moraes e Yago
Atacantes: Bené, Filipe Peixinho, Léo, Louis, Luam, Raí e Ricardo

Análise: O clube de Jacarepaguá volta a jogar a Segundona depois de conseguir um emocionante acesso. Como uma das melhores equipes da última Terceirona, aposta na base que fez sucesso. A comissão técnica também foi mantida e as contratações foram poucas. Além da volta de Filipe Peixinho, nomes como Lucão, Moraes e Raí dão corpo ao elenco azul-grená.

Destaque: FILIPE PEIXINHO - Identificado com o clube, somando quase 50 partidas com a camisa do Barcinha e com 14 gols anotados, retorna para mais uma passagem pela equipe. No primeiro jogo-treino que disputou, saiu do banco e fez os dois gols responsáveis por virar o placar diante do Nova Cidade. Rápido e habilidoso, é uma das feras do time.

Fique de olho: DOUGLAS - O melhor goleiro da Terceirona na última "Seleção FutRio" carrega a faixa de capitão, mas também é um líder técnico da equipe, correspondendo não só sob as traves. Apelidado de "Chilavert", destaca-se também por marcar gols em cobranças de falta e pênalti. No último ano, fez quatro gols.

Revelação: MORAES - Foi formado na base do Botafogo, mas não teve tantas chances entre os profissionais. Em 2016, subiu com o Nova Iguaçu, atuando pouco. Após começar como lateral-esquerdo, hoje joga como meia aberto pela direita. Olho em sua agilidade e habilidade com a perna canhota para fazer jogadas por dentro.

O treinador: HELINHO - Atualmente com 51 anos, foi jogador do Botafogo na década de 80 e vai para o segundo ano consecutivo no comando do Barcelona, após um trabalho de sucesso na temporada passada. Conhece muito bem quase todo o elenco, até pelo fato de ser basicamente o que disputou a última Terceirona.

Time-base: Douglas; Adeildo, Ygor, Lucão e Wallace; Serginho, Arthur, Diego, Leandrinho e Moraes; Filipe Peixinho.

Projeção FutRio:
 * * * * * (1,77)

image

image
Fundação: 08/07/2010
Melhor posição na segunda divisão: 3º (2014)
Posição em 2016: 11°

ELENCO
Goleiros: Jonathan, Lucas e Tiago
Laterais: Geovani, Ian, Luiz Eduardo e Ramiro
Zagueiros: Alex, Arthur, João, Kerlyson, Rafael Santos e Verdini
Volantes: Arruda, Índio, Léo Garcia, Walney e Wendel
Meias: Gian, Igor, Lucas Poli e Thiaguinho
Atacantes: Breno, Iago, Natanael, Paulo Victor e Ygor

Análise: Com a parceria que fez com o Madureira, o Barra da Tijuca não só utilizará o Estádio da Rua Conselheiro Galvão como também recebe vários atletas vindos do Tricolor Suburbano. Com a permanência do técnico Alexandre Gomes, que participou ativamente da montagem do elenco, a equipe da Zona Oeste confia que pode ir além da regular campanha de 2016.

Destaque: WENDEL - Em sua primeira oportunidade no Rio, o volante de 32 anos é cria do Corinthians (SP), onde ganhou um Paulista (2003) e um Brasileiro (2005), mas também esteve no elenco rebaixado à Série B em 2007. Será importante com sua inteligência e cadência, já que o elenco tricolor conta com muitos jovens.

Fique de olho: THIAGUINHO - Jogador de beirada do campo, o meia é um bom passador de bola e joga com inteligência. No ano passado, jogou pelo Artsul na Série B do Estadual e, com as boas atuações, foi para o Rio Grande do Norte, onde jogou pelo Santa Cruz de Natal. Aquisição promissora para o clube.

Revelação: YGOR - Um dos frutos da parceria entre Barra da Tijuca e Madureira, o ponta de lança de 21 anos veio por empréstimo e é um jogador agudo, com muita velocidade e habilidade. No ano passado, fez parte do elenco do Madureira na Série D do Brasileiro e na Copa Rio.

O treinador: ALEXANDRE GOMES - Vitorioso no Fut 7, o treinador está no clube desde o ano passado, onde ficou apenas na 11ª colocação. Agora, com mais tempo no comando e com muitos jogadores que pediu, tenta levar o Barra à elite do futebol carioca pela primeira vez.

Time-base: Jonathan; Geovanni, Alex, Verdini e Ian; Arruda, Léo Garcia, Lucas Poli, Thiaguinho e Gian; Ygor.

Projeção FutRio: * * * * * (2,88)

image

image
Fundação: 15/11/1908
Melhor campanha na segunda divisão: campeão (2014)
Posição em 2016: 13°

ELENCO
Goleiros:
Lucas Alves e Santos
Laterais: Brasinha, Dudu, Marquinhos, Matheus Kisser, Thiaguinho, Tileco, Vinícius Mageste, Wesley Pereira e Wil
Zagueiros: Bruno, Diego Amaral, Gustavo e Tokinho
Volantes: Audren, Jorginho, Léo Torquato, Sampson e Wesley
Meias: Dejair, Rafael, Rodriguinho, Vinícius, Vitor Mancha e Wallace
Atacantes: Daniel Gladiador, Elielton, Jonathan, Kaike e Léo Lima

Análise: O Barra Mansa quer voltar aos recentes tempos de glória, sonhando com a volta à Série A, onde esteve em 2015. Por isso, apostou em contratações. Dois terços do elenco pronto para a primeira rodada vieram só para esta B1. Ao todo, são dez remanescentes do ano passado, contando com a base. Além disso, a juventude é um trunfo: a média de idade do time é de pouco menos de 24 anos.

Destaque: KAÍKE - Mais velho do elenco, com 32 anos, o atacante tem enorme identificação com o Barra Mansa, com o qual teve vínculo durante praticamente toda a carreira. A única vez em que saiu foi por empréstimo ao Barra da Tijuca. Autor do gol do título de 2014, tem a presença de área como marca registrada.

Fique de olho: SAMPSON - É conhecido do torcedor carioca, tendo passagens por Volta Redonda - que o revelou - e Duque de Caxias, equipe pelo qual mais se destacou. Fora do Rio, acumula passagens pelos paulistas Mogi Mirim e Rio Branco. Aos 25 anos, chega do Guarani de Venâncio Aires (RS).

Revelação: WESLEY - Desponta por ser o único entre os que vêm treinando entre os titulares a vir das categorias de base. Aos 20 anos de idade, tem apenas um jogo pelo profissional do clube: foi no ano passado, um empate contra o Itaboraí, pela Segundona. Agora é a chance de deslanchar e ganhar sequência.

O treinador: GILBERTO PEREIRA - Contratado para a Série B1, o técnico de 51 anos estava no Votuporanguense (SP), que se livrou do rebaixamento na última rodada do Paulista da Série A2. Sua melhor passagem foi no Atlético (GO) em 2013, quando também evitou uma queda à Série C nacional. Trabalhou ainda por Coritiba, Iraty (PR) e Chapecoense (SC).

Time-base: Santos; Brasinha, Diego Amaral, Tokinho e Thiaguinho; Jorginho, Sampson, Wesley e Vitor Mancha; Léo Lima e Kaike.

Projeção FutRio: * * * * * (2,00)

image

image
Fundação: 12/04/2006
Melhor campanha na segunda divisão: 20º (2012)
Posição em 2016: não disputou (jogou como Campos, na segunda divisão)

ELENCO
Goleiros:
Bambu e Marcelo
Laterais: Cortêz, Jonas, Joni, Matheus Barrão e Patrick Baloy
Zagueiros: Gomes, Lucas Martins, Michel, Neto e Thurran
Volantes: Churrasquinho, Jhonathan, Kawan e Sanderson
Meias: Dioguinho, Jefferson Lapaz, Maranhão, Marcelinho e Ronaldo
Atacantes: Diniz, Gilsandro e Welington

Análise: Após o fim da parceria com o Campos, o clube vive uma realidade diferente. Com o time rebaixado nesta mesma temporada, a diretoria não fez grandes investimentos e aposta na base formada nos últimos anos, além de algumas contratações de experientes nomes para comandar o elenco majoritariamente formado por jovens recém promovidos, como é o caso do próprio técnico, Hélio Cruz.

Destaque: DINIZ - Contratado para ser um dos pilares de experiência do grupo, o atacante de 29 anos retorna após uma passagem pelo futebol da Geórgia. Em Campos, defendeu bem o Goytacaz no ano passado, quando conseguiu balançar a rede em cinco oportunidades. Também já fez sucesso na Segundona com as camisas de Quissamã e América de Três Rios, sempre com gols.

Fique de olho: MICHEL - Apesar de só ter passado no futebol do Rio pelo Quissamã, foi trazido pela diretoria com o objetivo de ser o xerife da zaga, segundo palavras do próprio presidente Victor Mothé. Com 30 anos, estava jogando a Primeira Divisão do Campeonato Pernambucano pelo Vitória das Tabocas (PE).

Revelação: GILSANDRO - Com apenas 19 anos, o atacante já integra o elenco profissional desde a última temporada, quando entrou em campo em oito oportunidades durante a Segundona. Neste ano, vem disputando o Carioca Sub-20 e é o artilheiro do time na competição, com cinco gols anotados.

O treinador: HÉLIO CRUZ - Aos 38 anos, terá a missão de substituir outro jovem treinador que esteve no comando nos últimos três anos, Rafael Soriano. O técnico comandou os juniores e, até por isso, conhece bem o elenco, que conta com uma série de nomes formados pela própria base.

Time-base: Bambu; Jonas, Thurran, Michel e Joni; Sanderson, Jhonathan, Dioguinho e Maranhão; Gilsandro e Diniz.

Projeção FutRio: * * * * * (2,11)

image

image
Fundação: 08/03/2005
Melhor campanha na segunda divisão: 4º (2015)
Posição em 2016: 15º

ELENCO
Goleiros: Bernardo, Jaime e Leandro
Laterais: Flavinho, Márcio Duarte e Oziel
Zagueiros: Alex Lopes, Julio César Pit, Juan, Pedro Henrique e Thiago Eleutério
Volantes: Darlan, Ronan e Sassá
Meias: Igor Claudiano, Marques, Michel e Ramon
Atacantes: Alex Alcântara, Dudu, Igor Leandro e Nathan

Análise: Depois ficar na Segundona graças à escalação irregular de um jogador do Angra, o Duque tenta se recuperar, o que passa necessariamente pela melhor campanha de sua história. Isto porque, quando subiu (2007), o time ficou em quinto lugar, num acesso de exatamente cinco clubes. Passada a "era de ouro", o time não está entre os favoritos e conta com um investimento modesto comparado aos melhores anos, apesar do retorno do presidente de honra, Washington Reis, à prefeitura do município.

Destaque: JAIME - Dono de um título da Série B com a camisa do Bonsucesso, em 2011, está na terceira passagem pelo Duque, clube do bairro onde reside. Em 2015, chegou até a fazer um gol, num chute de fora da área, algo raro para um goleiro. Estava no Rio Branco (ES) e, ano passado, atuou no Barra da Tijuca.

Fique de olho: DARLAN - Campeão há dois anos com a camisa do America, em seu primeiro ano com profissional, vai para o segundo clube na carreira, mesmo aos 28 anos. Concorreu ao troféu de melhor volante em 2015 para a "Seleção FutRio", mas não levou. Com boa estatura, é uma das apostas da equipe no acanhado Marrentão.

Revelação: NATHAN - Depois de estrear entre os profissionais no título da Copa Rio de 2013, foi emprestado ao sub-20 do Flamengo e não esteve no Duque nos anos dos seguidos rebaixamentos. Aos 22 anos e de volta ao clube, vai pela primeira vez disputar um campeonato com regularidade, já que nos últimos dois anos foi reserva do Tigres.

O treinador: JÚLIO MARINHO - Comandante na melhor campanha da história do clube numa Série B, em 2015, retorna após ser contratado por um desorganizado Belford Roxo no ano passado. Com histórico relevante no acesso, chega com aval da diretoria e grande esperança diante de um elenco modesto em termos de contratações conhecidas.

Time-base: Jaime; Oziel, Thiago Eleutério, Júlio César Pit e Flavinho; Darlan, Sassá e Marques; Igor Leandro, Alex Alcântara e Nathan.

Projeção FutRio: * * * * * (2,44)

image

image
Fundação: 14/03/1980
Melhor campanha na segunda divisão: campeão (1994 e 1997)
Posição em 2016: 15º (primeira divisão)

ELENCO
Goleiros:
Afonso, Leon e Luiz Felipe
Laterais: Gabriel, Lucas Toledo, Sérgio Gomes e Yan
Zagueiros: Bruno Leal, Cadão, Cleisson, Marcelo Costa e Roberto Júnior
Volantes: Bidu, Jefferson, Matheus Ayrolla e Rodrigo
Meias: Everton, Gleison, Jefinho, João Victor e Rafael Prata
Atacantes: Jarles, Lohan, Lucas Sales, Matheus Souza, Ricardo e Ziquinha

Análise: Depois de um ano difícil, com rebaixamento e perda do título da Copa Rio nos tribunais, é só nesta Segundona que o Frizão terá a chance de manter uma boa sequência de jogos. A eliminação precoce na Copa do Brasil serviu, ao menos, para que o grupo começasse a trabalhar cedo. Não que faltasse entrosamento, até pelos nomes de sempre que fazem parte do elenco. Mas o plantel de Merica promete vir forte, reforçado por jogadores que se destacaram, inclusive, na primeira divisão do Rio.

Destaque: LOHAN - Chega à Segundona como um dos maiores candidatos à artilharia. Os 21 anos podem sugerir pouca rodagem, mas ele faz parte do elenco profissional desde os 17. Viveu uma temporada memorável em 2016, com 12 gols no ano, mas não repetiu o faro de gol pelo Resende, no começo deste 2017. A Série B1 pode ser a oportunidade que o goleador tanto espera.

Fique de olho: LUCAS TOLEDO - O lateral-esquerdo de 23 anos não é estranho às divisões inferiores, mas só jogou a Terceirona e agora fará sua estreia na segunda divisão. Depois de Belford Roxo e Itaboraí, terá a responsabilidade de iniciar uma nova era na lateral esquerda, por anos dominada por Flavinho. Sua qualidade e afinco na marcação podem ajudar.

Revelação: MATHEUS SOUZA - Atacante de apenas 20 anos, atua pelos lados do campo. Mais um produto da talentosa base do Frizão, o jogador já fez sua estreia como profissional neste ano, pela Copa do Brasil. Na Segundona, pode ganhar o espaço que precisa para conquistar a confiança e deslanchar na carreira.

O técnico: MERICA - Ex-meio-campista do clube, sempre trabalhou no Tricolor, mas passou a ser técnico efetivo a partir de 2016. Aos 45 anos, comanda a equipe pela primeira vez em uma Segundona e chega motivado com a grande campanha do ano passado, no segundo semestre. Foi sob suas orientações que a equipe foi vice na Copa Rio e reconquistou a confiança em poder voltar à elite estadual.

Time-base: Afonso; Yan, Marcelo Costa, Bruno Leal e Lucas Toledo; Bidu, Jefinho, Jefferson e Gleison; Jarles e Lohan.

Projeção FutRio: * * * * * (3,77)

image

image
Fundação: 13/10/2013
Melhor campanha na segunda divisão: 5º (2015)
Posição em 2016: 12º

ELENCO
Goleiros:
Darlan, Eliomar e Felipe
Laterais: Alex Ferreira, Gabriel Lima, Manaus e Matheus Chagas
Zagueiros: Daniel Mozer, Felipe Reis, Ivo, João Pedro e Jhonata
Volantes: Alan, Cláudio Adão, Elton, Gabriel Coutinho, Pimentel, Maykon e Tauan
Meias: Cleber, Jonnes, Medeiros, Paulada e Renato
Atacantes: Anderson Batista, Gabriel Amorim, Lawson, Marcelo, Pedro Fonte, Thomas e Sorriso

Análise: No terceiro ano consecutivo de Segundona, o Lense vem com investimento modesto. Apostando em nomes pouco conhecidos no Estado, o time espera obter sucesso com a política do "bom, bonito e barato". Jovens como Sorriso e Alan, que seguem no clube, podem ser a esperança de uma campanha surpreendente na parte de cima, sob comando do técnico e vice-presidente Thiago Thomaz.

Destaque: SORRISO - Atacante que alia velocidade e habilidade. Está no Gonçalense desde 2013, mas recebeu mais oportunidades no ano passado, quando chegou a brilhar na goleada por 5 a 0 sobre o Duque de Caxias, marcando três gols. Resta saber se suportará o peso de ser um dos protagonistas da equipe. Tem 25 anos.

Fique de olho: ALAN - Aos 22 anos, o popular "Zé Pequeno" é outro que sobe de patamar no Gonçalense. De coadjuvante a protagonista, deve ser mais usado como titular. Multifuncional, é volante mas também faz a lateral. Na pré-temporada, foi até ponta. É certeza de muito fôlego durante os 90 minutos de cada partida.

Revelação: GABRIEL COUTINHO - Volante de apenas 18 anos que vem criando expectativa elevada no Tricolor. Arrancada, bom passe e uma roubada de bola com precisão são as armas apresentadas pelo atleta para conseguir espaço e destaque na Série B1 do Rio.

O treinador: THIAGO THOMAZ - Vice-presidente do clube, com apenas 34 anos, assumiu o comando técnico em 2016 com a missão de evitar o rebaixamento. E conseguiu, apresentando um time vibrante e de entrega comovente. O trabalho de pré-temporada realizado pode ajudá-lo a emplacar nova boa série de resultados.

Time-base: Felipe; Alex Ferreira, João Pedro, Felipe Reis e Manaus; Elton, Maycon, Gabriel Coutinho e Paulada; Sorriso e Marcelo.

Projeção FutRio:
 * * * * * (1,88)

image

image
Fundação: 20/08/1912
Melhor campanha na segunda divisão: campeão (1982)
Posição em 2016: 14º

ELENCO
Goleiros:
Jonathan, Paulo Henrique, Rerysson e Yan
Laterais: Almir, Caio, Jacozinho e Tenente
Zagueiros: Edson, Frank, Jhon-Jhon, Lucas Tavares, Mário Pierre e Rodrigo
Volantes: Cleiton, Gabriel Galhardo, Guilherme e João Vitor
Meias: Gabriel Leite, Henrique, Jeffinho, Leandro Cruz, Luan Costa, Mateus, Nô, Renan Trindade e Wallace
Atacantes: Igor, Lorran, Luquinha, Oliveira, Rafael e Rodriguinho

Análise: O horizonte promete ser mais sorridente para o clube de Campos em 2017. Após uma temporada sofrível, em que só escapou do rebaixamento na reta final, o time conta com mais investimento e reforços oriundos da própria região Norte do Estado. Além de jogadores rodados em times da primeira divisão, muitos garotos ganham espaço. O elenco é coeso, formado por jogadores que conhecem bem a competição e um técnico de sucesso na mesma: Paulo Henrique. Receita que pode dar certo depois de 25 anos longe da elite.

Destaque: GABRIEL GALHARDO - Foi um dos principais nomes do Goyta na pré-temporada. O jovem meio-campista tem versatilidade, embora seja um volante de origem. É pelos pés dele que passam as jogadas do equilibrado setor de criação alvianil. Uma das contratações mais badaladas do clube no ano, é nome importante no esquema do técnico Paulo Henrique.

Fique de olho: OLIVEIRA - Contratado de uma última hora para uma posição carente de referências, o atacante tem boas recordações da Segundona. Afinal, foi um dos goleadores em 2013, quando jogou pelo São João da Barra. Aparente titular, o camisa 9 quer cair nas graças da exigente torcida e acredita que chegou a hora de mostrar outra vez seu valor.

Revelação: GABRIEL LEITE - Jovem meia, tem apenas 18 anos. Foi titular do time na Segundona de Juniores do ano passado e é um dos símbolos do processo de renovação do elenco do Goyta, começando pela sua base. Conhece bem outros nomes jovens do setor ofensivo, que promete ajudar com bons passes e jogadas agudas.

O técnico: PAULO HENRIQUE - O mais experiente dos treinadores da Segundona, volta ao futebol do Rio apenas meses depois de passar por um drama pessoal: a perda do filho. Aos 74 anos, Paulo começou como técnico no próprio Goyta e sua chegada foi muito comemorada pela torcida. Campeão pelo Quissamã, em 2012, trouxe alguns nomes daquela época para o time de agora.

Time-base: Paulo Henrique; Tenente, Edson, Lucas Tavares e Almir; Cleiton, Gabriel Galhardo, Jeffinho e Leandro Cruz; Luquinha e Oliveira.

Projeção FutRio:
 * * * * * (2,77)

image

image
Fundação: 30/10/1976
Melhor campanha na segunda divisão: 3º (2016)
Posição em 2016:

ELENCO
Goleiros:
André Stov, Julio e Serjão
Laterais: Arthur Carangola, Junior Cesar, Léo Sabino, Rafael Andrade, Tiago Crispin e Valdinei
Zagueiros: Fabão, Giovane, Raphael Neuhaus e Rodrigão
Volantes: Dieguinho, Junior Pagode, Lyncoln, Marlon, Neves, Peterson e Rômullo
Meias: Carlinhos, Di Maria, Jessé e Léo Franco
Atacantes: Bruno Santos, Edu, Edu Gonçalves, Morotó e William Chrispim

Análise: Depois do trauma de ter visto o acesso escapar no Triangular Final da última Série B, o Itaboraí parece vir forte mais uma vez. Jogadores como Fabão, Léo Sabino e Edu formam a espinha dorsal de um elenco que possui reforços com destaque recente, como Julio, Di Maria e William Chrispim. A filosofia do técnico Leandro Simpson, que passou os últimos anos na Ásia, pode ser outro diferencial.

Destaque: JUNIOR CESAR - Campeão da Libertadores no Atlético (MG), largou uma aposentadoria que durava três anos. Experiência e qualidade técnica de quem está acostumado às principais competições podem fazer diferença. Motivação parece sobrar, mas seu poder de reação após a inatividade é incógnita. Está com 35 anos.

Fique de olho: DI MARIA - Meia-atacante incisivo, parte em direção ao gol na busca pela finalização ou um passe qualificado. Aliando isso à fisionomia, ganhou o apelido que remete ao argentino. Nas últimas Segundonas, brilhou por São Cristóvão e Artsul. Agora, pode se destacar num provável candidato ao acesso.

Revelação: BRUNO SANTOS - Aos 20 anos, se aventura no Rio de Janeiro pela primeira vez. Possui experiência no futebol paulista, onde defendeu Nacional e Marília, demonstrando rapidez e força nas disputas de bola. Promete infernizar a vida dos zagueiros adversários.

O treinador: LEANDRO SIMPSON - Na base, treinou Seleção Brasileira e Vasco da Gama. No profissional, a maior parte da carreira foi na Ásia, nos Emirados Árabes e na Arábia Saudita. Voltou disposto a conquistar espaço no Rio. Hoje com 48 anos, o alto nível apresentado nos treinos chama atenção e é ponto de destaque.

Time-base: Julio; Léo Sabino, Fabão, Raphael Neuhaus e Junior Cesar; Peterson, Neves e Di Maria; William Chrispim, Edu e Morotó.

Projeção FutRio: * * * * * (3,55)

image

image
Fundação: 01/07/1915
Melhor campanha na segunda divisão: campeão (1931, 1980 e 1983)
Posição em 2015:

ELENCO
Goleiros:
Guilherme, Gustavo e Lucas
Laterais: Antônio, Igor, Rafael Siri, Waguinho e Yan Silva
Zagueiros: Carlão, César, Fernando Neves, Prachedes, Rhay e Willian
Volantes: Éder, João Paulo, Jefferson, Rodrigo Lopes e Wembley
Meias: Bruninho, Jobinho, Juninho e Luiz Henrique
Atacantes: Alus, Darlan, Josafá, Lipão, Lipe, Marcelinho, Pedro, Russo e Willian Arthur

Análise: A tradição e a continuidade são os pilares do Alvianil para a B1 deste ano. A campanha mais que satisfatória do ano passado fez a diretoria dar um voto de confiança a jogadores e comissão técnica, que permanece no clube. Com muitos garotos, o Olaria passou a contar com reforços experientes, que podem ser a diferença para brigar ainda mais a sério pelo acesso neste ano. Uma mescla que vem dando resultados na pré-temporada, da qual o time saiu invicto.

O destaque: WILLIAN ARTHUR - Centroavante de bom posicionamento e ótima finalização, não brilhou na última temporada, quando defendeu o Itaboraí, mas a verdade é que atuou pouco. Aos 35 anos, volta ao clube onde foi formado para ser o homem-gol bariri. Já vem balançando a rede desde os amistosos e jogos-treino deste ano.

Fique de olho: ANTÔNIO - O lateral-direito de 22 anos é uma das válvulas de escape do time. Com velocidade e pontaria acima da média, é sempre um nome perigoso quando vai à linha de fundo. Se suas assistências o tornam destaque ofensivo, o jovem criado na base compensa na recomposição e força na marcação.

Revelação: LIPÃO - É mais um fruto da constante renovação do elenco olariense. Destacado nos juniores em 2016, marcou quase 20 gols na temporada. Ponta de lança, é um jogador versátil no ataque, destacando-se não só pela característica ágil, mas pela boa presença na área, sempre com a bola dominada.

O técnico: FERNANDO SANTOS - Um ano depois de assumir o comando numa "fogueira", em substituição a Antônio Carlos Roy, o ex-zagueiro amadureceu como técnico. Hoje com 41 anos, tem o respeito de um grupo que conhece bem, já que treinou uma série destes jogadores ainda na base. Tem um estilo exigente, mas consegue ser carismático e extrair o melhor de seus atletas.

Time-base: Gustavo; Antonio, Willian, Prachedes e Waguinho; Jefferson, Bruninho, Juninho e Jobinho; Pedro e Willian Arthur.

Projeção FutRio: * * * * * (3,22)

image

image
Fundação: 26/03/1922
Melhor campanha na Série B: 8º (2016)
Posição em 2016:
 
ELENCO
Goleiros:
Herlon, Leonardo, Matheus e Welington
Laterais: Caetano, Charlinho, Farney e Gustavo
Zagueiros: Fábio Ney, Johnny, Maurício, Pedro, Rennã e Rodrigo
Volantes: Cassiano, Djalma, João Paulo, Rodholfo e Vitor
Meias: Ângelo, Diego Sousa, Matheus de Paula, Rodrigo Santana e Rodriguinho
Atacantes: Alexandre Dragão, Artur, Geovane, Hebert, Kennedy, Valmir e Washington

Análise: Desde quando chegou à segunda divisão, o clube sempre conseguiu melhorar sua posição final de um ano para o outro. Porém, a preparação tardia, a apenas quatro semanas antes do torneio deste ano, pode ser um grande obstáculo. Para piorar, o técnico Mazolinha pediu demissão a poucos dias da estreia. Por tudo isso, a equipe deve entrar pensando em se livrar do rebaixamento, o que já seria um grande lucro.

Destaque: CASSIANO – Revelado pelo America, o meio-campista foi o grande destaque do Queimados na pré-temporada da equipe. Com uma ótima saída de bola, todas as jogadas da equipe costumam passar por seus pés. Tem 22 anos e pode fazer tanto a função de volante como a de meia ofensivo.
 
Fique de olho: CAETANO – Com passagem pelo Tigres do Brasil. onde começou sua carreira, o lateral-esquerdo retorna ao Brasil depois de uma passagem pela Lituânia. Aos 24 anos, o polivalente defensor tem catracterísticas mais ofensivas, com ótimo cruzamento e muita velocidade.

Revelação: HEBERT - Habilidoso atacante de 19 anos que vai buscar seu espaço dentro do elenco. Oriundo do futsal, tem a rapidez de raciocínio e de movimentos como seus fortes, além de boa finalização. Terá sua primeira oportunidade como jogador profissional.

O técnico: IVAN FRANCISCO - Entra em uma grande "fogueira" antes do começo do campeonato. Assumindo o cargo, inicialmente de maneira interina, o ex-auxiliar, de 48 anos, vai ter sua primeira oportunidade como treinador profissional, tendo a incumbência de manter o clube da Baixada por mais um ano na Segundona.

Time-base: Fernando Cunha; Léo Gonçalo, Fábio Ney, Johnny e Caetano; Vitor, Cassiano, Rodrigo Santana e Ângelo; Geovane e Kennedy.

Projeção FutRio: * * * * * (1,44)

image


image
Fundação: 20/02/2006
Melhor campanha na segunda divisão: 6º (2014)
Posição em 2016: 10º

ELENCO
Goleiros:
Marcos, Ricardo Luiz e Rodolfo
Laterais: Davi, Paulinho, Ratinho e Yago
Zagueiros: Leandro, Lucas Cunha, Mauricio e Victor Silva
Volantes: Leomir, Henrique, Leandro Teixeira, Léo Fumaça, Leomir e Pedro
Meias: Ayrton, Bruno Tubarão, Gean Miller, Hasley, Kaike, Kaká Mendes e Wilian Bersan
Atacantes: Anderson Manga, Fabiano, Lino, João Carlos, Ricardinho, Rômulo e Saquarema

Análise: Em busca do tão sonhado acesso, o clube de Saquarema tenta enfim superar a barreira do "quase". À beira do gramado, Luiz Antônio está de volta. Perito na Segundona, sabe bem como armar times que chegam nas fases mais agudas. Mais uma vez, não faltou investimento: nomes como Willian Bersan, Pedro, Leandro Teixeira e Anderson Manga, destaques recentes entre os clubes menores, transformam o Galinho da Serra num dos favoritos ao acesso.

Destaque: WILLIAN BERSAN - Vem de grande Série B pelo Itaboraí e ótima Série A pelo Campos, apesar do rebaixamento. A facilidade com que imprime velocidade ao jogo impressiona. Partindo em diagonal, inferniza os marcadores. Junte a tudo isso o bom arremate, que o transforma em arma letal a favor do time de Saquarema.

Fique de olho: GEAN MILLER - Meia de boa visão de jogo e passe preciso, foi destaque no Duque de Caxias de 2016, mesmo numa equipe sem tanta força. Agora, num dos elencos mais qualificados, pode desempenhar seu jogo com mais segurança. O estilo cerebral casa bem com peças de velocidade como Bersan e Ricardinho.

Revelação: KAIKE - Meia de apenas 17 anos que chega por empréstimo junto à Ponte Preta (SP). Chegou a atuar no time de cima da Macaca com apenas 16 anos. Veio ao Rio de Janeiro em busca de experiência. Mesmo que não inicie como titular, tem talento de sobra para exercer papel de protagonista, apesar da pouca idade.

O treinador: LUIZ ANTÔNIO FERREIRA - Conhecedor, como poucos, da segunda divisão, o técnico de 50 anos chega embalado por grandes campanhas recentes: um acesso na Portuguesa em 2015 e um Triangular Final pelo Itaboraí em 2016. Gosta de variações táticas durante as partidas, apresentando diversos estilos de jogo. O estilo enérgico à beira do campo, quase como um 12º jogador, chama a atenção.

Time-base: Marcos; Yago, Victor Silva, Leandro e Davi; Pedro, Henrique, Willian Bersan e Gean Miller; Anderson Manga e Fabiano.

Projeção FutRio: * * * * * (4,00)

image


image
Fundação: 12/10/1898
Melhor campanha na Série B: campeão (1965)
Posição em 2016:

ELENCO
Goleiros:
Jonathan e Matheus
Laterais: Anderson, Arlen, Caio, João Victor e Paulo Barrach
Zagueiros: Carlos Alberto, China, De Oliveira, Hugo e Myckael
Volantes: Antônio, Bruno, Matheus, Shalon e Luiz Guilherme
Meias: Felipe Wallace, Jeferson, Igor, Leandrinho, Michel, Pietro e Vinícius
Atacantes: Anderson Willian, Berg, Maranhão, Paulo Pedra, Raí, Rodriguinho e Sodré

Análise: Há anos na Segundona, o Tóvão viveu dias recentes de incerteza. Um dos últimos a começar a treinar, foi montando seu elenco aos poucos mas formou um time equilibrado, com jogadores rodados e com algum sucesso no futebol carioca. No entanto, o grosso do elenco é mesmo formado por atletas de outras partes do país. Chegaram nomes de locais como Minas Gerais, Amazonas, Rio Grande do Sul... Além disso, os retornos de Leandrinho, Igor e Raí para ajudar o simpático clube do bairro imperial são pontos bastante positivos.

Destaque: LEANDRINHO - Aos 28 anos, não é nenhum desconhecido na Figueira de Melo, onde jogou em 2015, mas sem tantas oportunidades. Voltou a vislumbrar o sucesso dos tempos de America e Bonsucesso após um ano sólido pelo Queimados. A conhecida visão de jogo e habilidade no meio-campo o tornam um comandante em potencial do setor.

Fique de olho: PAULO BARRACH - Novidade para este ano, o lateral-direito de 24 anos andou afastado do futebol carioca, mas as boas atuações que teve por Boavista, Artsul e Sampaio Corrêa deverão torná-lo um nome para se observar nesta temporada. Forte no ataque e na defesa, também é bom nos lançamentos alçados à área.

Revelação: PIETRO - Chegou ao clube depois de um começo de temporada fantástico na base do Volta Redonda, de onde saiu como vice-artilheiro do Carioca de Juniores. O meia-atacante de 18 anos é dono de grande habilidade e drible curto. Se tiver chances, pode ser um dos destaques cristovenses e acabar se firmando.

O técnico: ALEXANDRE ARAÚJO - Aos 44 anos, chegou ao clube para ser auxiliar-técnico de Clovis de Oliveira. Porém, com sua saída, assumiu o elenco de forma definitiva. Tem um estilo tranquilo, mas sabe cobrar dos comandados e foca bastante na preparação física de um elenco formado há pouco tempo, mas que está perto da forma ideal.

Time-base: Matheus; Paulo Barrach, De Oliveira, China e Anderson; Shalon, Igor, Felipe Wallace, Leandrinho e Vinícius; Raí.

Projeção FutRio: * * * * * (2,22)

image

image
Fundação: 10/11/2010
Melhor campanha na Série B: 15º (2014)
Posição em 2016: campeão (terceira divisão)

ELENCO
Goleiros:
Higor, Luis Guilherme e Thales Navarro
Laterais: Dreivison, Glauber, Luís Felipe e Walter
Zagueiros: Anderson, Daniel, Índio, Thiago e Ruan
Volantes: Acerola, Alex, Fábio Azevedo, Gustavo Moura, Josiel, Renato e Ronan
Meias: Jeferson, Jorge Luiz e Walber
Atacantes: Jancen, Jean, Jonathan, Márcio Carioca e Thales

Análise: Sobe da Terceirona como campeão, mas tem investimento modesto. Jogadores como Gustavo Moura, Fábio Azevedo, Márcio Carioca e Jean agregam experiência e qualidade, mas não o suficiente para colocar o time no pelotão de cima. Ficar na Segundona e evitar o vexame de 2014, quando foi rebaixado com campanha pífia, é um bom negócio. Se o encaixe for perfeito, pode pintar como surpresa.

Destaque: JEAN - Aos 35 anos, retomou a carreira após um ano parado, para ajudar o clube de cidade natal. Campeão carioca no Flamengo e com um currículo que teve Fluminense, Corinthians e Vasco, é o mais experiente. Resta saber se a parte física permitirá repetir as boas atuações do America, onde ganhou a Segundona.

Fique de olho: MÁRCIO CARIOCA - Foram 14 gols em 19 jogos em 2016, nas campanhas da Série C e Copa Rio. Números que fizeram o atacante cair nas graças de torcida e diretoria. Iniciou o ano no Rio Branco (ES), fazendo 10 gols em 13 jogos. É esperança de gols do time numa competição marcada por jogadores calejados.

Revelação: JEFERSON - Promovido da categoria sub-20, o meia se destaca pela visão de jogo e drible rápido, além de uma boa batida na bola. Felipe Bastos, técnico dos juniores, é auxiliar no profissional, o que pode ajudar na adaptação e aproveitamento do jogador.

O treinador: RENATO ALVARENGA - Responsável por montar o elenco campeão da Série C com sobras em 2016, Alvarenga segue na função. Se o investimento é curto, o conhecimento do plantel parece ser uma arma a favor. No ano passado, apresentou um perfil estudioso e sereno, conquistando o respeito dos atletas. Tem 53 anos.

Time-base: Luis Guilherme; Glauber, Anderson, Índio e Luís Felipe; Alex, Gustavo Moura, Joseph e Walber; Jean e Márcio Carioca.

Projeção FutRio: * * * * * (2,66)

image

image
Fundação: 18/11/2009
Melhor campanha na segunda divisão: 9º (2011)
Posição em 2016: 4º (terceira divisão)

ELENCO
Goleiros:
Andrey, Jonathan e Ítalo
Laterais: Alvarenga, Gabriel Magno, Lecinho e Matheusinho
Zagueiros: Brandão, Cássio, Charles, Círio e Pablo
Volantes: Leanderson, Matheus Barreto, Miguel, Vico e Zé Victor
Meias: Alisson, Biel, Tião e Washington
Atacantes: Elton, Luquinha, Ramon e Wandinho

Análise: Após conseguir o acesso para a Segundona na última temporada, o Serra chega para disputar a competição apostando nos jovens jogadores que tem. Ajudando na evolução dessa garotada, contratou o técnico Luiz Felipe, campeão brasileiro sub-20 pelo Fluminense, para o lugar de Quarenta de Oliveira, após uma tardia troca de farpas dele com o presidente Rodrigo dos Santos. Acreditar nos meninos é a filosofia do clube do Norte Fluminense.

Destaque: WANDINHO - O atacante de 26 anos, apesar de não ter tanta idade assim, possui bastante experiência no futebol do Rio de Janeiro, tendo passagens marcantes principalmente por Goytacaz e Resende. Nesse último, chegou a concorrer para entrar na "Seleção FutRio" do Carioca da primeira divisão, em 2016.

Fique de olho: LECINHO - Cria da base do Flamengo, o lateral-direito de apenas 21 anos foi capitão na última Terceirona. Além disso, foi um dos líderes técnicos do time, sendo eleito o Bola de Prata e revelação do torneio. Seus pontos fortes são velocidade, pontaria nos cruzamentos e, principalmente, as bolas paradas.

Revelação: VICO - Gaúcho, o volante de 19 anos passou quatro temporadas na base do Internacional (RS) e mais sete no Grêmio (RS). Em busca da primeira oportunidade entre os profissionais, deve, ao menos, começar como titular do Serra Macaense nesta Segundona.

O treinador: LUIZ FELIPE - O jovem técnico de 41 anos teve passagem marcante pelo time sub-20 do Fluminense, onde se tornou campeão brasileiro na temporada de 2015. Mas esta não será a primeira experiência do treinador na Segundona, que chegou a dirigir o Sampaio Corrêa em 2011 por um curto período.

Time-base: Ítalo; Lecinho, Cássio, Pablo e Alvarenga; Matheus Barreto, Zé Victor, Vico e Washington; Wandinho e Elton.

Projeção FutRio: * * * * * (2,33)

image

image
Fundação: 29/06/1915
Melhor campanha na segunda divisão: campeão (1992 e 1999)
Posição em 2016: 2º (terceira divisão)

ELENCO
Goleiros:
Felipe, Paulo Victor e Pedro
Laterais: Arthur, Carlos Alberto, Magdiel, Rodrigo, Paulista e Washington
Zagueiros: Jeferson, Marlon, Melo e Muniz
Volantes: Kauer, Nakata, Q. Susto, Roberto Lopes e Wallace
Meias: Carlos, Deni, Giovanne, Jean e Maycon
Atacantes: Dener, Marcelo, Marino, Ryan e Tikinho

Análise: Depois de um 2016 bastante satisfatório, com o vice na Terceirona, o clube manteve os pés no chão quanto a reforços, adotando uma estratégia adequada à sua realidade: trouxe destaques da própria terceira divisão. Ao todo, nove dos 26 jogadores do elenco juntaram-se recentemente, por meio de contratações ou peneiras, ao time que disputa sua primeira Segundona em quase dez anos.

Destaque: MARCELO - O atacante é mais um andarilho do futebol. Aos 34 anos, acumula passagens por incríveis 23 clubes, como Fluminense, Flamengo e Atlético (PR). Além de identificado com o clube, é o homem-gol serranista: marcou seis, em 14 partidas que disputou na campanha que levou o Leão da Serra ao acesso.

Fique de olho: PAULO VICTOR - O goleiro passou os últimos três anos no Macaé. Ainda jovem, com 22 anos, o fato de ter mais chances de atuar pesou para assinar com o Serrano. Afinal, mesmo estando no grupo do Alvianil, não atuou em nenhuma partida nesta temporada.

Revelação: CARLOS - Jogou quatro vezes no ano passado e é visto como um nome que pode ser bem aproveitado dentro do elenco principal. Meio-campista de formação, o baixinho tem bom toque de bola e agilidade. É mais atleta da casa e que conta com a confiança da comissão técnica para apoiar o elenco do Leão da Serra.

O técnico: MARCELO OLÍMPIO - Foi o comandante responsável pelo acesso em 2016, quando o clube terminou na segunda colocação na Terceirona. Polido, faz a linha "técnico moderno". Antes da sua chegada ao campo, há um ano, trabalhou com vôlei e futsal, onde até já jogou profissionalmente. O "Biro" está com 41 anos.

Time-base: Paulo Victor; Paulista, Jeferson, Felipe e Magdiel; Roberto Lopes, Kauer, Jean e Maicon; Deni e Marcelo.

Projeção FutRio:
 * * * * * (2,77)

image

image
Fundação: 19/01/2004
Melhor campanha na segunda divisão: 2° (2008 e 2014)
Posição em 2016: 11º (primeira divisão)

ELENCO
Goleiros:
Filipe, João Paulo e Léo
Laterais: Ronaldo, Rony, Vitor Santiago e Wallace
Zagueiros: Admilton, Matheus Avelar, Oliveira e Rafael Lima
Volantes: Chamel, Cleidson, Lucas, Marcinho e Sapo
Meias: Arthur Lisboa, Bruninho, Dudu, Giovanni, Kevin, Miguel e Vitinho
Atacantes: Claudio Pagodinho, Claudinho e Weliton

Análise: A ferida do rebaixamento mal cicatrizou e o Tigres já tem uma nova competição. Dois meses após a campanha ruim na Série A, a Fera ganha uma "segunda chance", já que a novidade no regulamento permite a um time disputar a Segundona no mesmo ano. Apesar disso, até pelo mau desempenho no primeiro trimestre, houve uma reformulação completa no elenco, agora chefiado por Manoel Neto, que começou a campanha do último acesso.

Destaque: CLAUDIO PAGODINHO - Ídolo da história do Ceres, fez muito sucesso na Rua da Chita, mas há algum tempo não é protagonista dentro da Série B1, competição que conhece muito bem. Se passou o ano de 2016 em branco, no ano corrente foi o artilheiro do Tigres na pré-temporada e é a grande esperança de gols de Manoel Neto.

Fique de olho: MATHEUS AVELAR - Após um acidente grave de carro, o zagueiro volta a jogar profissionalmente depois de um ano de tratamento e recuperação física. Revelado no próprio Tigres e morador de Xerém, está plenamente recuperado, foi titular nos jogos-treino e tende a, enfim, voltar a ter uma regularidade como jogador profissional.

Revelação: DUDU - Cria das categorias de base do clube, foi emprestado por uma temporada ao time sub-20 do Corinthians, em São Paulo. De volta, participou da boa campanha no Estadual de Juniores e foi puxado por Neto para a equipe profissional. Grande destaque da pré-temporada com gols e assistências, é a principal promessa do atual elenco.

O treinador: MANOEL NETO - O "Rei do Acesso" é remanescente da Série A, onde comandou nos últimos três jogos, mas não pôde evitar a queda. No entanto, tem muito crédito com a diretoria: foi responsável pela montagem do elenco de 2014, saindo durante o torneio para treinar o Goytacaz. Agora é, novamente, um "manager", ajudando na indicação de reforços. Tem 55 anos.

Time-base: Filipe; Ronaldo, Matheus Avelar, Admilton e Wallace; Sapo, Lucas, Vitinho, Giovanni e Dudu; Claudio Pagodinho.

Projeção FutRio: * * * * * (3,44)

Tags: Carioca Série B1

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por